NOTÍCIAS

Tocantins 17:16, 22 set 2020 Técnico em Agropecuária: cursos na rede estadual levam conhecimento ao campo no Tocantins

Estudante faz projetos inspirados pelos conhecimentos adquiridos no curso Técnico em Agropecuária Estudantes de Arraias com alimentos produzidos a partir de técnicas aprendidas no curso Técnico em Agropecuária
Foto: Divulgação Dicom Seduc/Governo do Tocantins

Cláudio Paixão/Governo do Tocantins

Algumas profissões são extremamente essenciais, no campo, esse é o caso dos técnicos agropecuários, que auxiliam os produtores rurais oferecendo ajuda técnica para desenvolverem sua produção. No Tocantins, a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) oferta o curso de Técnico em Agropecuária em oito unidades de ensino, localizadas em municípios do interior do Estado.

Com o seu dia comemorado em 21 de setembro, é importante lembrar o papel dos técnicos na execução de projetos agropecuários em suas diversas etapas. Planeja atividades agropecuárias, verificando a viabilidade econômica, as condições edafoclimáticas e infraestrutura. Também promove organização, extensão e capacitação rural, fiscaliza a produção agropecuária e desenvolve tecnologias adaptadas à produção agropecuária.

A formação no curso Técnico em Agropecuária é ofertada nas seguintes escolas da rede estadual de ensino: Escola Família Agrícola do Bico do Papagaio Padre Josimo, de Esperantina; Escola Estadual Agrícola David Aires França, de Arraias; Escola Família Agrícola Zé de Deus, de Colinas do Tocantins; Colégio Estadual Girassol de Tempo Integral Agropecuário, de Almas; Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, de São Salvador do Tocantins; Escola Família Agrícola, de Porto Nacional; Colégio Agropecuário, de Natividade; e Colégio Estadual Agrícola Brigadas Che Guevara, de Monte do Carmo.

A diretora do Colégio Estadual Girassol de Tempo Integral Agropecuário de Almas, Luana Fonseca, destacou que o curso técnico abre novas possibilidades para os estudantes. “Eles têm chances de uma inserção mais rápida no mercado de trabalho. Ao invés de trabalhar apenas ao término da graduação tradicional, o profissional, ao sair do aprendizado técnico, pode já estar empregado. Fazer o curso técnico também desperta os estudantes para cursos superiores na área, como o de Agronomia”, destacou.

A estudante Allyne Barbosa Ribeiro está no último ano do curso Técnico Agropecuário, no Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, de São Salvador do Tocantins. Moradora da Fazenda Nossa Senhora Aparecida, localizada a 8 km do município de Palmeirópolis, ela destacou que o trabalho como técnico agropecuário é árduo, mas muito compensatório. “Eu já trabalho auxiliando meus pais e implantamos o sistema agroflorestal, em que produzimos verduras e frutas. A minha pretensão é posteriormente me tornar uma engenheira agrônoma”.

O técnico agropecuário e coordenador do curso Técnico em Agropecuária da Escola Estadual Agrícola David Aires França, de Arraias, Valmir Crispim Santos, falou do atual cenário para esses profissionais. “Esse é um profissional que está inserido em toda a cadeia produtiva. É uma profissão que está em alta, especialmente em função do crescimento do setor agropecuário. Nesse cenário de crescimento, temos a demanda do profissional qualificado para atuar no setor, assim o conselho que deixo é que os estudantes busquem se qualificar cada vez mais para que possam ocupar as vagas que estão disponíveis”, pontuou.   


Tags: Tocantins TO