NOTÍCIAS

ENEM 15:59, 26 set 2019 Governo de Goiás intensifica ações de preparação para o Enem

Governo de Goiás intensifica ações de preparação para o Enem

Funciona quase como um ritual. De segunda a sexta-feira, Camila Fernandes Reis, de 17 anos, senta-se numa das primeiras fileiras da sala de aula, no Colégio Estadual Jardim América, onde cursa a 3ª série do Ensino Médio. E, aos sábados, volta para o mesmo lugar com sede de mais aprendizado. Não faltou uma aula sequer do Goiás Bem no Enem, programa do Governo de Goiás executado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). “É o dia que tiro para aprender ainda mais, e me sentir mais preparada [para as provas do Enem]”, salientou a aluna.

Camila sonha em cursar Agronomia na Universidade Federal de Goiás (UFG). E até novembro, quando será realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ela e outros milhares de estudantes contam com o suporte gratuito oferecido pelo Estado. A meta do Goiás Bem no Enem é tão específica quanto seu nome: garantir um reforço nos estudos para que os goianos tenham melhores condições de tirar boas notas no Enem, que é a principal porta de entrada para o ensino superior.

Lançado este ano, o programa é dividido em três formatos: presencial, TV e plataforma virtual. Nas duas primeiras, a participação é voltada a todos os estudantes que farão o Enem, ainda que não sejam matriculados na rede pública estadual. No caso do presencial, os aulões são ministrados aos sábados, nas 593 escolas estaduais que possuem 3ª série do Ensino Médio. É o reforço que Camila frequenta. “Ajuda bastante, principalmente quem não tem condições de pagar um cursinho. É a chance de tirar dúvidas com os professores e rever conteúdo”, disse.

Os aulões começaram no dia 3 de agosto e serão realizados semanalmente até 7 de novembro, às vésperas do segundo dia de provas – o Enem será aplicado em 3 e 10 de novembro. Aberto à comunidade em geral, as aulas abordam as quatro áreas de conhecimento exigidas no exame: linguagens e códigos; matemática; ciências da natureza e ciências humanas e sociais aplicadas. A coordenação do programa espera que os aulões atraiam mais de 38 mil estudantes até o final do ano.

Já o Goiás Bem no Enem na TV é ainda mais abrangente. A partir de uma parceria entre a Seduc e a TV Brasil Central (TBC), foram elaboradas vídeoaulas que, desde 20 de abril, vão ao ar no canal 13 todo sábado, das 8h30 às 9h. A reprise ocorre na segunda-feira, às 7h30 e 14h. Quem perder as transmissões pode acompanhar tudo pelo YouTube: www.youtube.com/GoiasBemNoEnem . Didático, o conteúdo é dividido em 30 programas, que serão exibidos até 9 de novembro, abordando os principais temas previstos para o Enem.

No formato virtual, a terceira abordagem do programa é voltada somente para alunos da rede estadual. O estudante pode acessar o conteúdo virtual a partir do site da Seduc. Segundo a coordenação do programa, nessa plataforma estão disponíveis conteúdos extras, lista de exercícios e vídeos complementares, tudo de acordo com a matriz de referência do Enem.

Planejamento estratégico
Melhorar as técnicas de aprendizado, tornar a escola um ambiente mais atraente e investir na formação de professores são compromissos pessoais do governador Ronaldo Caiado. “Podem ter certeza disso, vamos avançar e muito na Educação em Goiás. Temos de buscar qualidade”, informou, chamando a Educação de alicerce da vida.

Desde janeiro, a secretária Fátima Gavioli vem desenvolvendo um trabalho à risca do que foi determinado pelo governador. Desta forma, o Goiás Bem no Enem, que é gerido pela Superintendência de Ensino Médio, vai além de aulas extras; ele influencia a metodologia e pedagogia aplicadas na rede.

Uma das ferramentas utilizadas na Seduc para estimular o aprendizado são as avaliações periódicas às quais toda a rede é submetida. A partir delas, explica Gavioli, é possível ter um feedback sobre o desempenho de cada unidade de ensino. “A gente passa a entender melhor o que os alunos estão errando mais, e então repassamos para os professores de cada escola, para que possam revisar o conteúdo.”

Outro fator determinante para turbinar o aprendizado na rede pública estadual é a liberdade. Segundo a titular da Seduc, cada escola tem autonomia para ouvir o que os alunos querem aprender nas aulas extras e, a partir daí, elaborar um próprio cronograma de reforço ao Enem. Por isso, em algumas unidades os aulões do Goiás Bem no Enem viraram até uma espécie de “corujão”. “Cada escola se organiza para melhor atender às necessidades dos alunos”, garantiu.

Agora a expectativa é que as 40 Coordenações Regionais de Educação intensifiquem ações extras a fim de motivar e preparar os estudantes para o Enem. Este ano, a Seduc contabilizou 38.220 alunos da rede pública estadual de ensino inscritos no exame

Fotos: Vinícius Schmidt


Tags: GO ENEM Seduc Goiás