NOTÍCIAS

Educação Integral 00:49, 29 jan 2020 Governo de Goiás capacita professores de novos CEPIs

Governo de Goiás capacita professores de novos CEPIs

O I Encontro Formativo para os Novos Centros de Ensino em Período Integral reuniu 600 professores, gestores e coordenadores regionais de Goiás

A fim de capacitar os professores, gestores e coordenadores regionais a respeito do Ensino Médio em tempo integral, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está realizando, durante esta semana, o I Encontro Formativo para os Novos Centros de Ensino em Período Integral, no Centro de Convenções de Goiânia.

Desde a manhã desta terça-feira (28/1), até o fim da tarde da quinta-feira (30/1), 600 profissionais da educação serão preparados para implantar essa modalidade de ensino nos 26 novos Centros de Educação em Período Integral (CEPIs) de Goiás, que serão inaugurados em 2020.

A programação inclui palestras, oficinas e rodas de conversa sobre conceitos do ensino em tempo integral, Projeto de Vida, tutoria, Pós Médio (preparatório para o Enem e vestibular), disciplinas eletivas e gestão para resultados.

“Sempre que a gente vai começar uma escola de tempo integral, a gente faz esse processo de formação inicial, que tem um papel importantíssimo na sensibilização de toda a equipe da escola. É entender como funciona essa escola, qual é a proposta do tempo integral – porque não é só aumentar o tanto de horas, é também ofertar um tipo de escola diferente para esses alunos. Uma escola que seja mais acolhedora, mais cuidadosa, e ao mesmo tempo uma escola que dê conta de prepará-los melhor para todas as adversidades que ele vai encontrar na vida”, explicou a superintendente de Educação Integral da Seduc, Márcia Rocha.

Diferencial

 “As pesquisas mostram que o Ensino Médio em tempo integral é um modelo de educação que coloca 80% dos estudantes que concluem essa modalidade ou nas universidades (para os que desejam fazer universidade) ou no mercado de trabalho (para aqueles que não têm pretensão de iniciar imediatamente uma universidade). Por isso, como meta de governo, o nosso governador se comprometeu em ampliar, em 50%, o número de matrículas nas escolas [em tempo integral] de Goiás”, afirmou a secretária no evento.

Além do ganho acadêmico/profissional que as escolas em tempo integral podem significar, o potencial de transformar comunidades vulneráveis socialmente foi apontado pela primeira dama como um diferencial importante.

“A vulnerabilidade social passa a ser um critério fundamental para que uma unidade se torne em tempo integral. Nós sabemos que não podemos continuar perdendo jovens para a violência e para o tráfico. Cada professor aqui tem um papel fundamental nessa batalha”, alertou Gracinha Caiado, dirigindo-se aos profissionais participantes da formação.


Tags: Educação Integral MEC GO Seduc Governo de Goiás Ronaldo Caiado