NOTÍCIAS

Amazonas 16:32, 25 jul 2019 Estudantes da rede pública convocados para o Parapan-Americano em Lima, no Peru

Estudantes da rede pública convocados para o Parapan-Americano em Lima, no Peru

Mikaela Almeida e Lucas Santos irão representar Amazonas nos Jogos Internacionais de Paratletismo; professor e ex-educadora da Seduc-AM também estão na Delegação Brasileira

Com menos de 18 anos e muitas participações em campeonatos internacionais, os estudantes Mikaela da Costa Almeida e Lucas Santos estão de novo de malas prontas. Os paratletas de badminton e halterofilismo, respectivamente, terão a missão de representar o Brasil nos Jogos Parapan-Americanos, que acontecem em Lima, no Peru, entre os dias 23 de agosto e 1º de setembro.

Aluna da Escola Estadual Cacilda Braule Pinto, Mikaela afirmou estar muito feliz com a convocação. “Fico orgulhosa de representar o Amazonas na competição internacional e darei o meu melhor para honrar tanto o meu estado quanto o trabalho em conjunto, realizado com muito foco e treinamento”, ressaltou.

Conciliando as aulas na Escola Estadual Antônio da Encarnação e as competições internacionais, Lucas conquistou o bicampeonato mundial de Para Powerlifting em Nursultan (Cazaquistão), na categoria Júnior (até 49kg), no último dia 12 de julho.

“Torço para inspirar outras paratletas, e continuarei me esforçando ao máximo para representar o Amazonas e o Brasil da melhor forma possível também em Lima, no Peru. Agradeço à minha família, meus amigos, ao Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara) por todo apoio”, assinalou.

Histórias – Foi no dia 25 de junho que a Confederação Brasileira de Badminton comunicou Mikaela oficialmente – por meio da Federação Amazonense da modalidade – sobre a convocação da paratleta. Ela já tinha sido convocada para a Seleção Brasileira este ano, em São Paulo, para competir e treinar, e participa de competições fora do Brasil desde 2015, na categoria SU5 (comprometimento dos membros superiores).

WhatsApp Image 2019-07-22 at 11.18.49

Mikaela treina na Escola Estadual Cacilda Braule Pinto, um polo avançado da Vila Olímpica, com o treinador-professor Taffarel. O clube tem equipamentos e infraestrutura profissionais, e o treinamento acontece três noites na semana.

A paratleta irá viajar para São Paulo no início de agosto e passará duas semanas no Centro de Treinamento Paraolímpico. Uma semana antes dos Jogos Parapan-Americanos, ela estará em Lima para adaptação ao ambiente, situado 800 metros acima do nível do mar.

Lucas conta que iniciou a sua carreira esportiva por acaso. “Passava em frente à Vila Olímpica quando o professor Getúlio Filho me parou e perguntou se queria treinar. Como já tenho em casa um irmão que malha na academia, tive mais um incentivo”, falou.

O estudante treina no único Comitê Paralímpico do Amazonas, que fica na rua Olímpica, no bairro Dom Pedro, com aparelhos específicos para o esporte paraolímpico. Treinando desde 2014, Lucas alcançou o 3º lugar já em sua primeira competição, a Regional de Halterofilismo, em Recife, na categoria Júnior (até 49 kg).

Em 2017, foi convocado pela Seleção Brasileira para o Parapan Júnior, realizado em São Paulo, e terminou em 2º lugar. Naquele mesmo ano, o atleta ficou em 1º lugar no Campeonato Mundial Júnior, no México.

Mais representantes – Também em junho, houve a convocação do paratleta e servidor da Seduc-AM, Goutier Rodrigues (das Escolas Estaduais Áurea Pinheiro Braga, Ernesto Penafort e Reinaldo Thompson), em Tênis de Mesa, e da ex-professora da Secretaria, Laiana Rodrigues (Voleibol sentado). Junto a Mikaela – os três oriundos da zona leste de Manaus – e Lucas, representarão o Amazonas na competição internacional, com a Delegação Brasileira.

Os Jogos Parapan-Americanos de 2019 terão a participação de 1.890 atletas de 33 países, que disputarão 17 diferentes modalidades esportivas. A competição será classificatória para os Jogos Paralímpicos de Tóquio (Japão), em 2020.

FOTOS: Cleudilon Passarinho/Seduc-AM


Tags: Portal Amazonas AM Parapan-Americano