NOTÍCIAS

Pernambuco 16:54, 13 jun 2018 Estudantes da EREM João Fernandes da Silva homenageiam a mulher rural

Foto:

A escola está localizada em São João, zona rural de Garanhuns

O ano de 2018 foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como “Ano Internacional da Mulher Rural”. Para celebrar, a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) João Fernandes da Silva, localizada no município de São João, Agreste do Estado, reuniu várias ações para homenagear as mulheres rurais.

Na escola, a maioria dos estudantes é da zona rural ou tem alguma ligação com o mesmo. Foi pensando nisso que o projeto “Mulheres Rurais”, idealizado pela educadora de apoio, Dorgenice Rocha, trabalha para homenagear mães de estudantes mostrando o que é uma mulher que trabalha na roça, a importância dela na agricultura e no agronegócio, dentre outras vertentes.  O objetivo do projeto é compreender a importância do trabalho no campo. 

Os estudantes desenvolveram trabalhos como peça de teatro, jogral, poemas, exposição fotográfica com imagens das mães realizando seus trabalhos e textos com biografias de algumas mulheres rurais. “Nosso intuito é resgatar a autoestima das mulheres do campo, as mães de nossos estudantes, mostrar o lado digno e bonito do trabalho delas e mostrar também o orgulho que seus filhos têm”, fala Dorgenice.

Emerson Costa é estudante do 2º ano e têm 17 anos. Filho de Josenilda Costa, ele agradece a oportunidade de mostrar o trabalho de sua mãe. Emerson criou um jogral, onde contava a luta de uma mulher que trabalha no campo. “É muito importante mostrar para as pessoas como é o trabalho rural, a força que tem essas mulheres, principalmente nos dias de hoje com outras profissões em destaque”, fala. A estudante Carmem da Silva, filha da agricultora Maria do Socorro, tem 17 anos e está cursando o 2º ano. Ela ama teatro e foi assim que resolveu homenagear as mulheres rurais. Criou a peça “Pé na Roça” que retrata a história de Civina, mãe de três filhos e casada com Chicão. “Foi uma experiência muito boa poder homenagear minha mãe, que é agricultora, batalha por mim e é meu maior orgulho”, diz.


Tags: Pernambuco PE Rede Estadual PE Educação Pernambuco Mulheres Rurais