NOTÍCIAS

Educação Especial 16:36, 22 ago 2019 Síndrome de Down é tema em Seminário Estadual Intersetorial, realizado em Campo Grande

Síndrome de Down é tema em Seminário Estadual Intersetorial, realizado em Campo Grande

O evento faz parte do grupo de ações que SED e SES realizam com instituições especializadas para atender pessoas com Síndrome de Down.

Campo Grande (MS) - A Secretaria de Estado de Educação (SED/MS), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MS), realizaram nesta terça e quarta-feira (20 e 21.8), o I Seminário Estadual Intersetorial, com o tema “Políticas Públicas de Educação e Saúde para pessoas com Deficiência Intelectual e Síndrome de Down”. O evento ocorreu no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), em Campo Grande.

De acordo com a coordenadora de Políticas para Educação Especial, Adriana Buytendorp evento tem como objetivo divulgar as ações intersetoriais, voltadas para as pessoas com Síndrome de Down, promovidas pela SED e SES, por meio dos atendimentos educacionais e redes de apoio, bem como orientação às escolas e famílias. O evento faz parte do grupo de ações que as pastas realizam com equipes das instituições especializadas e gerência do Centro de Educação Especial e Inclusiva, promovida pelo Governo do Estado, para atendimentos e serviços voltados às pessoas com Síndrome de Down.

A técnica do Núcleo de Educação Especial da Coordenadoria Regional de Educação de Corumbá (CRE-3), Eugênia Alexandra Blacuth de Tomicha Vera, “a educação não se faz sozinha, portanto, este evento sendo intersetorial, envolvendo diversos municípios do MS, é de suma importância, enxergando a pessoa como um todo, suas necessidades, aprendizagens, saúde, mobilidade, nos possibilita autonomia para a pessoa, de informação, cidadania e principalmente, uma autonomia de funcionalidade”.

A gerente da Rede de Cuidados e Saúde à Pessoa com Deficiência da Secretaria de Estado de Saúde, Sandra Sonda Vieira menciona a importância do evento. “Percebemos que falta a divulgação das ações e políticas públicas que já são realizadas. Hoje, no seminário, demonstramos o que necessitamos fazer. Na saúde, por exemplo, temos um plano de ação regional com propostas aos serviços especializados de reabilitação em todo MS. Percebemos que existem ações isoladas em diversos municípios para pessoas com deficiência. Precisamos comungar essas ações, um passo importante foi dado nesse seminário”, enfatiza.

A professora Ângela Maria Dias da Silva, gerente pedagógica do Centro Estadual de Educação Especial e Inclusiva, explanou sobre as políticas educacionais para estudantes com Deficiência Intelectual e Síndrome de Down na Rede Estadual de Ensino. “Atendemos um público de estudantes com deficiências múltiplas, envolvendo deficiência intelectual, paralisia cerebral, além de surdez, cegueira e TEA. Somos responsáveis pelas 41 salas de recursos multifuncionais, em Campo Grande, além dos técnicos multifuncionais, onde oferecemos a cada 15 dias formação continuada, para que ele dê suporte para escola, para que a educação especial na perspectiva da educação inclusiva”, destacou.

“Um dos exemplos que tivemos, sobre a temática da inclusão, é o da estudante Érica, do Centro Estadual de Educação Especial e Inclusiva. Ela tinha um sonho de poder trabalhar em uma rede de supermercados. Este ano, por intermédio do trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Inserção no mundo do trabalho do CEESPI, ela conseguiu realizar este sonho. A alegria contagiante dela e da família, nos faz acreditar que o nosso trabalho vale a pena”, enfatizou Adriana Buytendorp.

Tags: MS Samsung Educação Especial