NOTÍCIAS

Piaui 13:37, 18 set 2017 Seduc entrega mais de R$800 mil em equipamentos para escolas profissionalizantes

Foto:

Cerca de 4.000 estudantes foram beneficiados com o investimento

secretária de Estado da Educação, Rejane Dias, entregou na manhã desta segunda-feira (18), equipamentos para os Centros Estaduais de Educação Profissional Rural (CEEPRUs) e para Escolas Família Agrícolas  (EFAs). No total, foram investidos mais de R$ 800 mil reais, em recursos oriundos do governo Estadual e do Programa Brasil Profissionalizado.


Aproximadamente 1.200 alunos dos CEEPRUs de cinco municípios do Estado foram beneficiados com 08 tanques classe A, oito teodolitos, oito refratômetros e oito amassadeiras. Para as EFAs foram entregues 1.470 colchões, 2 mil capas para colchão, 2 mil lençóis e 250 beliches, de 25 municípios do Estado, beneficiando aproximadamente 2.800 alunos.

Para a Secretária Rejane Dias, a meta da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) é equipar todas as escolas do Estado e oferecer ambientes e materiais de qualidade para os alunos. "Estamos primando pela qualidade dos equipamentos e procurando sempre oferecer o melhor para nossos estudantes, como é o caso dos colchões e beliches, pois os alunos da EFAs  passam 15 dias nas escolas de campo e precisam de conforto para conseguir bons resultados no final do processo de ensino e aprendizagem", explica a secretária.

Os Cursos Técnicos em regime de alternância para alunos da Rede Pública Estadual possuem carga horária total de 4.300 horas, com duração de 3 anos, e são ofertados integrado ao Ensino Médio. Nas Escolas Família Agrícolas, funcionam na modalidade presencial, no Regime de Alternância, intercalando as atividades entre a escola e a família do campo, quinzenalmente.

De acordo com Osnir de Oliveira Silva, supervisor das EFAs do Piauí, há muito tempo havia a expectativa da parceria junto a Seduc, já que os equipamentos ajudariam a trabalhar a prática com os alunos. "A teoria está indo bem, mas a prática estava deixando muito a desejar  na  formação de nossos técnicos por conta da falta desses equipamentos. Acredito que, com a chegada desses materiais em nossas escolas , os laboratórios passarão a funcionar e estaremos lançando  no mercado de trabalho profissionais com uma melhor qualificação", afirma o supervisor.



Tags: Educação Profissional PI Piaui Nordeste