NOTÍCIAS

Sergipe 13:38, 6 nov 2020 Seduc alinha protocolos sanitários com gestores da Diretoria Regional de Educação da região Centro-Sul

Foto:

A reunião foi conduzida pela diretora do Dase, Eliane Passos

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), dá continuidade às reuniões com as diretorias regionais de educação e realizou nesta quinta-feira, 5, um encontro com gestores da DRE 2, responsável pelas unidades escolares da Região Centro-Sul de Sergipe, para uma conversa sobre as providências necessárias à retomada das aulas presenciais, desde a composição do comitê nas escolas e elaboração do plano de retomada, à aquisição de equipamentos e insumos.

As reuniões virtuais com os gestores são realizadas por meio da plataforma Zoom e têm como objetivo fortalecer o diálogo com as 204 escolas que retornarão às aulas presenciais a partir do dia 17 de novembro. Retornam às aulas presenciais, na primeira fase, os alunos do 3º ano do Ensino Médio; concluintes da Educação Profissional Tecnológica (EPT) integrada ao Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Ensino Médio; cursos livres pré-vestibulares; atividades práticas de cursos de EPT, contando com cerca de 21 mil alunos, ou seja, 14% dos matriculados na Rede Estadual de Ensino.

A reunião foi conduzida pela diretora do Dase, Eliane Passos, que apresentou algumas orientações específicas sobre o Plano de Retomada das aulas presenciais e detalhou recomendações para os gestores sobre as condições adequadas das escolas, especificamente sobre os recursos e protocolos sanitários. “Temos que estruturar as escolas para essa retomada, fisicamente, em termos de material e tudo o que for necessário para esse retorno. A primeira coisa a pensar foi o recurso que a escola tem. Nossa primeira intenção foi no sentido de, a partir do porte de cada escola, dar as condições materiais a elas. Financeiramente falando, começamos a fazer um estudo sobre os protocolos de saúde estabelecidos como condições indispensáveis para conter a contaminação da Covid no retorno às escolas, em termos de materiais e equipamentos”, explicou.

Dentre os temas debatidos, Eliane discorreu sobre as orientações a respeito do apoio socioemocional direcionado à comunidade escolar, o acesso à escola e a rotina escolar, prática esportiva, transporte público, como os espaços devem estar organizados, os cuidados com a alimentação escolar, monitoramento e outros assuntos.

A diretora da DRE 2, professora Daniela Silva, destacou que esse é um momento importante de tirar as principais dúvidas em torno da retomada das aulas presenciais. “Após essa reunião será possível reunir novamente os gestores de toda a DRE 2 para que possamos alinhar as normas e pensar saídas para garantir a retomada das aulas de forma segura”, disse.

Orientações

A diretora do Dase apresentou as principais orientações que as escolas devem seguir antes da retomada das aulas. Uma delas é a instituição de um comitê, formado por representantes da comunidade escolar, para elaborar, implementar e acompanhar as medidas de prevenção e controle, por meio de um plano específico. Além disso, as unidades de ensino deverão fazer a aquisição dos materiais e insumos necessários ao cumprimento das medidas sanitárias.

As escolas deverão também estar atentas ao cumprimento das medidas de higienização e desinfecção dos ambientes e transporte escolar, além de fazer parcerias com órgãos municipais e instituições que promovam acolhimento socioemocional aos estudantes e servidores, como rodas de conversa e implementação de projetos relacionados à política da promoção da paz. Ainda em sua apresentação, Eliane Passos mostrou um guia com pontos específicos para o Plano de Retomada: acesso à escola, rotina dos alunos e professores, organização dos espaços escolares, prática esportiva, alimentação e transporte escolar, entre outros.

Tags: Sergipe SE Protocolo de retorno