NOTÍCIAS

Base Nacional Comum Curricular 15:30, 31 ago 2017 SED apresenta aos prefeitos proposta de construção conjunta do currículo de MS

Foto:

Campo Grande (MS) – A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento que estabelece o que todo estudante deve saber e ser capaz de fazer na educação básica está, atualmente, em posse do Conselho Nacional de Educação (CNE) para análise. Uma vez aprovada pelo CNE e homologada pelo Ministério da Educação (MEC), a BNCC será referência obrigatória na elaboração dos currículos de escolas, públicas e particulares, de todo o Brasil.

A Base é uma referência nacional obrigatória, mas não é o currículo. Seu papel será justamente o de orientar a revisão e a elaboração dos currículos nos estados e nos municípios. A Secretaria de Estado de Educação (SED) acredita que o currículo de Mato Grosso do Sul deve ser construído em conjunto entre as redes municipais e a Rede Estadual de Ensino. “A construção conjunta, mais do que otimizar recursos, facilitará o trabalho do professor que atua nas diferentes redes de ensino e, principalmente, a aprendizagem dos estudantes”, destacou a secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta.

A SED tem promovido encontros com diferentes setores ligados à educação para levar informação sobre a BNCC e a elaboração do currículo. Na tarde desta quarta-feira (31.8), Maria Cecilia e Daher participaram da Assembleia Geral da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), em Campo Grande, e apresentaram aos prefeitos a importância do processo de implementação do documento e a parceria da SED com as Secretarias Municipais para a construção do currículo de Mato Grosso do Sul.

A proposta de Mato Grosso do Sul, apoiada pela Fundação Lemman, inspirou o Estado de Sergipe, que sinalizou intenção de unir as redes de ensino na elaboração do currículo. “Hoje, a Base define uma estrutura mínima a ser trabalhada por escolas do Estado, municípios e particulares, mas não define a integração de currículo entre Estados e municípios, que é justamente nossa proposta, garantindo ao aluno uma isonomia curricular no seu trajeto na educação básica, com ênfase no ensino fundamental”, explicou o coordenador do Implementação da Base Nacional Comum Curricular da SED, Hélio Queiroz Daher.

Para o prefeito de Douradina, Jean Sergio Clavisso Fogaça, a ideia ajudará, principalmente, os estudantes que mudam de município e encontrar currículos diferentes. “Temos um trânsito enorme de alunos entre os municípios, que de repente estão trabalhando um currículo e, quando mudam, encontram uma realidade totalmente diferente. Respeitando as características de cada município, o que já vi ser possível ser feito dentro deste projeto, é uma ação que vem para somar e melhorar a educação”, informou.

A BNCC em andamento trata exclusivamente da educação infantil (creche e pré-escola) e do ensino fundamental (1º ao 9º ano) e deverá chegar às salas de aula de todo o País em 2019. A Base referente ao ensino médio, já adaptada às diretrizes do Novo Ensino Médio, ainda não foi concluída. Para saber mais acesse http://basenacionalcomum.mec.gov.br/.


Tags: Currículo Mato Grosso do Sul MS Integração BNCC Base Nacional Comum Curricular