NOTÍCIAS

Bahia 12:15, 27 out 2015 Secretários da Educação do Nordeste estão e Salvador para discutir políticas educacionais com o MEC

Foto: Claudionor Jr. - Ascom/Educação

Secretários da Educação dos Estados do Nordeste estão reunidos durante todo o dia, nesta terça-feira (27/10), para discutir ações específicas do Ministério da Educação (MEC) para a região. A reunião acontece na sede da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, no Centro Administrativo (CAB), em Salvador, com a presença do Secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC), Manuel Palácios.

A partir das 16h30, os secretários se encontram, na Governadoria do Estado da Bahia, com o governador Rui Costa e com o ministro da Educação, Aloízio Mercadante. O encontro é promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que tem como vice-presidente da Região Nordeste, o secretário de Educação da Bahia, Osvaldo Barreto.

“Essa reunião se respalda no entendimento dos secretários do Nordeste de que o MEC considere as especificidades da região ao definir políticas educacionais para o País. Em locais onde os indicadores educacionais são mais preocupantes, certamente precisamos de um apoio específico do Governo Federal. Então, a expectativa é a de que a partir daqui, possamos pactuar entre os estados do Nordeste e o MEC, políticas que venham acelerar e melhorar o processo educacional nos estados nordestinos”, destaca o secretário Osvaldo Barreto.

Um dos desafios na Bahia, segundo Osvaldo Barreto, e que é comum aos estados nordestinos, é a alfabetização das crianças na idade certa. “Uma das metas estratégicas do programa Educar para Transformar, do Governo da Bahia, é garantir a alfabetização das crianças até os oito anos de idade. Para isso, é fundamental o alinhamento com o Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (Pnaic)”, destacou.

Referência para o Governo Federal na criação do Pnaic, o Estado do Ceará demonstra a possibilidade de avanço na região, pois conseguiu bons indicadores na educação básica. “O que a gente conseguiu provar no Ceará é que criança pobre, do interior do Nordeste pode aprender. A ideia nossa aqui hoje é compartilhar nossas experiências para avançarmos juntos, para que a gente tenha uma geração de nordestinos daqui a 15 anos, de jovens muito bem escolarizados”, enfatiza o secretário da Educação do Ceará, Mauricio Holanda Maia.

O secretário de Educação Básica do MEC, Manuel Palácios, ressalta que as políticas de educação federal são mais efetivas quando dialogam com as políticas estaduais e municipais. “É preciso fazer com que todos os níveis de governo trabalhem de modo a se reforçarem mutuamente. E é isso que buscamos nestas reuniões, fazer com que as políticas que os estados do Nordeste desenvolvem na área de alfabetização e letramento, que é o foco da nossa conversa hoje, elas se ajustem de forma mais precisa com o Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), que é o principal programa de apoio da União às escolas do Brasil”.

Tags: Consed Bahia Gestão Escolar Portal Gestão da Educação BA Secretários Portal da Educação Nordeste