01:36, 17 fev 2017
Presidência

Secretário de Educação do Ceará é eleito presidente do Consed

Foto:

"Ser presidente do Consed no momento da reforma do Ensino Médio exige do presidente muito diálogo", destacou Idilvan Alencar

O secretário de Educação do Ceará, Idilvan Alencar, foi eleito presidente do Consed para o biênio 2017-2018. A escolha se deu no fórum de secretários, que ocorre em Brasília até esta sexta-feira, 17. Ele disputou a presidência com o secretário de Educação do Distrito Federal, Júlio Gregório Filho numa eleição bastante acirrada. “Foi uma eleição difícil, voto a voto. E a primeira tarefa é a mais fácil. É preciso esquecer a disputa. Agora, eu sou o presidente dos 27 secretários’, destacou Alencar.

O novo presidente agradeceu a confiança dos secretários que acreditaram no seu nome. “A confiança para exercer uma missão tão nobre em um momento tão importante. Eu tenho a exata dimensão dessa responsabilidade. Ser presidente do Consed no momento da reforma do Ensino Médio exige do presidente muito diálogo. Tem questões específicas de cada estado que é preciso considerar, então é dessa forma que eu pretendo conduzir a presidência”, continuou o secretário.

Idilvan também falou que a palavra de ordem da sua gestão será “cooperação”.  “Quero levar adiante a ideia de cooperação entre os estados, principalmente no desafio de implantar a reforma do Ensino Médio. Nesse aspecto, inclusive, tenho uma posição muito clara. O presidente não terá uma posição individual. A minha posição a partir de hoje é coletiva. Em que pese o que eu já falei sobre a reforma, nesse momento, teremos um processo maior”, concluiu.

Com mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o secretário Idilvan Alencar ocupou por 14 meses, entre 2015 e 2016, a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação.

Especialista em engenharia de produção pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (Uva) e especialista em política e administração tributária e marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ocupou também os cargos de secretário-executivo e adjunto da Secretaria de Educação do Ceará.

Idilvan Alencar sucede o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amancio, que decidiu não concorrer à reeleição devido a compromissos em seu estado.

Compartilhar

Outras Notícias