15:43, 3 ago 2015
Cidadania

Secretaria e Ministério Público se unem por projeto

Foto: Hedeson Alves/SEED

Geração Atitude promove a cidadania e a participação social nos estudantes da rede estadual de ensino.

Representantes do Ministério Público do Paraná apresentaram a nova edição do projeto Geração Atitude à secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres. O objetivo do projeto é promover a cidadania e a participação social nos estudantes da rede estadual de ensino. Em 2014, cerca de 20 mil estudantes de 107 escolas estaduais participaram do Geração Atitude.

“A escola tem papel fundamental para incentivar a participação social. É preciso que os nossos alunos tenham uma formação adequada para exercer a cidadania de maneira plena. Além disso, eles são multiplicadores nas suas famílias”, ressaltou a secretária Ana Seres. Participaram da reunião o procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia; o procurador de Justiça Bruno Sérgio Galati, o promotor de Justiça Eduardo Cambi e o desembargador Fernando Wolff Bodziak, segundo vice-presidente do Tribunal de Justiça.

Os estudantes terão à disposição material didático e atividades para despertar o interesse sobre assuntos como cidadania, democracia, política, eleições e voto consciente. Outra meta é trabalhar temas que envolvam o Portal da Transparência do Governo do Paraná.

“O projeto investe em uma educação para o exercício da cidadania, em três eixos: na formação do aluno, ao levar informação à escola e na transformação da sociedade”, comentou o promotor de Justiça Eduardo Cambi.

Ele ainda lembrou que a proposta permite uma aproximação maior do Ministério Público com os paranaenses. Com isso, é possível ouvir o que a sociedade precisa em relação a políticas públicas, além de assegurar uma maior presença do Estado.

O projeto ainda fortalece a democratização do espaço escolar, pois visa contribuir com a gestão escolar incentivando a formação de grêmios estudantis, a participação nos conselhos escolares e no processo de consulta da comunidade para a escolha de diretores.

A primeira edição do projeto foi realizada pelo Ministério Público do Paraná, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Assembleia Legislativa do Paraná. Neste ano, a ação contará com a participação do Tribunal de Justiça do Paraná e Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado, além de outras instituições.

Compartilhar

Outras Notícias