NOTÍCIAS

Sergipe 07:52, 11 jul 2017 Secretaria de Educação de Sergipe constrói centro profissionalizante na região sul do Estado

Foto: ASN

A edificação recebeu investimentos na ordem de 12.050.000,20, provenientes do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE)

A edificação recebeu investimentos na ordem de 12.050.000,20, provenientes do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), através do programa Brasil Profissionalizado e tem 5.600,00 m² de construção em uma área total de 14.800 m²

Oferecer cursos para a qualificação dos jovens em diversas áreas de atuação profissional de acordo com a economia dos territórios, fazendo com que eles adquiram especialização e a estrutura necessária a fim de serem inseridos no mercado de trabalho tem sido uma contribuição das mais valiosas que o Governo de Sergipe tem ofertado aos estudantes do ensino médio no último triênio.

Em parceria com a Companhia Estadual de Obras Públicas (Cehop), a Secretaria Estadual da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra) está construindo um centro profissionalizante padrão no município de Umbaúba, a 98 km de Aracaju.

Situada na Rua 1º de Maio, a edificação recebeu investimentos na ordem de 12.050.000,20, provenientes do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), através do programa Brasil Profissionalizado e tem 5.600,00 m² de construção em uma área total de 14.800 m². 

O centro profissionalizante

Tendo como área de atuação os cursos técnicos de modelagem e vestuário, a unidade de ensino profissionalizante está edificada em dois pavimentos interligados por duas escadas convencionais, uma ampla rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, além de um elevador. Sua estrutura é composta por três blocos, sendo que o pedagógico possui 12 salas de aula, biblioteca de 190 m², laboratórios de química, biologia, física, informática, línguas e matemática e dois laboratórios especiais, cada um com 240,00 m², além de uma ampla biblioteca. 

O bloco administrativo é composto por salas de direção, professores, reprografia, coordenação pedagógica e de estágio e secretaria. No bloco de serviços foram construídos cozinha industrial, refeitório, despensa, cantina e DML, além de uma bateria de sanitários para ambos os sexos nos dois pavimentos.

Com o objetivo de promover a interatividade entre os alunos e ampliar as atividades educacionais foram construídos um anfiteatro na área externa, uma quadra poliesportiva coberta de 860,00 m² com duas arquibancadas em três níveis, sala de ginástica e vestiários masculino e feminino, além de um auditório com forro acústico e capacidade de 200 lugares. A pavimentação da área externa foi construída em bloco de concreto intertravado e possui estacionamento com capacidade para 35 veículos de passeio, espaço exclusivo para motocicletas e bicicletário. 

Ainda na área externa foram edificadas casas de lixo e de gás, construída uma subestação de energia para a instalação de um transformador de 300 Kva, além de um castelo d'água composto por reservatório elevado e enterrado, com capacidade de 59 mil litros. O projeto paisagístico contempla oito canteiros, sendo três instalados na área dos dois blocos e cinco na área externa, que abrigarão 2.800 m² de grama verde-esmeralda e diversas unidades de plantas nativas da região e terá sistema inteligente de irrigação.

Além das escadas e do elevador, a acessibilidade segue a norma-padrão e contempla todos os ambientes, nos quais foram aplicados piso tátil e serão instalados nos dois pavimentos mapa tátil com representações gráficas em Braille e texto ampliado em relevo, cuja função é sinalizar e orientar as pessoas com deficiência visual a se deslocar para qualquer uma das dependências. 

A iluminação é composta por modernas luminárias em todos os ambientes e 25 postes na área externa, sendo 11 de 16 metros. Para dar maior segurança ao corpo docente e discente, foram instalados sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) e rede de combate a incêndio com hidrantes estrategicamente distribuídos.

Evolução

Segundo o Secretário Estadual da Infraestrutura, Valmor Barbosa, o andamento da obra é satisfatório. "25 profissionais trabalham diariamente  na limpeza de esquadrias, assentamento de piso intertravado em alguns trechos da área externa, instalação de louças sanitárias, forro de pvc no auditório e biblioteca, pintura das arquibancadas e demarcação no piso da quadra.

Posteriormente a esses serviços serão executados os acabamentos nas bancadas dos laboratórios, acabamento cerâmico na cozinha e no DML, instalados os assentos de madeira nos bancos dos canteiros e do anfiteatro, montagem do quadro de distribuição de energia e por fim a pintura, de modo que o percentual dos serviços já corresponde a 85% de execução e a previsão é de que a obra esteja concluída no final do próximo mês de agosto", revela.

Ele diz ainda que com a construção dos centros é uma valiosa contribuição ao futuro dos sergipanos. "Atento ao crescimento nesse método de ensino, que segundo dados do Ministério da Educação (MEC) nos últimos cinco anos teve um acréscimo de 14%, o Governo de Sergipe acompanha essa evolução em favor de que a população jovem reduza o índice de evasão escolar e possa adquirir qualificações elementares para conseguir uma carreira profissional. Essa é a sexta escola profissionalizante construída pelo Governo do Estado que prima pela modernidade e se tornará mais uma referência na área da educação", frisa.


Tags: Sergipe SE Ensino Profissionalizante