NOTÍCIAS

Tecnologia 15:36, 12 jan 2021 Redação Paraná ajuda alunos na preparação para o Enem

Redação Paraná ajuda alunos na preparação para o Enem

O sistema Redação Paraná, que usa inteligência artificial para auxiliar alunos e professores da rede estadual na correção de redações, é uma ferramenta que pode auxiliar estudantes que desejam treinar a escrita e produção textual, pensando em se preparar para o Enem, marcado para os dias 17 e 24 de janeiro (versão impressa). A plataforma, que está sendo usada por 255 mil estudantes em fase piloto de implantação, estará disponível para toda a rede estadual neste ano letivo.

“O Redação Paraná ajuda muito os estudantes do Ensino Médio, como eu, que querem praticar redação para o Enem. Posso entrar na plataforma a hora que eu quiser e praticar minha redação”, diz  Khamilly Hallana de Matos Borges, de 15 anos, que cursa o 2º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual São Paulo Apóstolo, em Curitiba. “A ferramenta é muito simples de usar, e o mais importante é que podemos treinar a escrita de graça”, conclui.

O programa consiste em um sistema dotado de inteligência artificial, baseado em mais de 2,5 mil regras de linguagem, que faz análise de texto e sinaliza em tempo real os erros de gramática, ortografia, pontuação, contração, redundância, semântica e sintaxe. Além disso, a ferramenta traz explicações sobre os erros cometidos, pontuação prévia para os textos e um mecanismo que evita o plágio, impedindo as opções copiar/colar. A proposta do sistema, portanto, é beneficiar tanto os estudantes, que poderão treinar a escrita e alcançar melhores resultados nas redações, quanto os professores, que poderão focar na argumentação e nas ideias do texto, devido à pré-correção rápida e otimizada feita pela ferramenta.

“A plataforma tem o objetivo de fazer com que no espaço virtual, o aluno escreva de maneira formal, adequadamente, seguindo os padrões e estrutura de uma redação do Enem, por exemplo, e de vestibulares”, diz o professor Rafael Adas Bughi, que leciona Língua Portuguesa no Colégio Estadual São Paulo Apóstolo. “O que eu acho mais legal nessa plataforma é que o aluno se torna independente, ele pode fazer uma produção textual sem esperar que o professor passe essa proposta para ele. Assim, ele já tem uma correção parcial e pode ter noção do que precisa melhorar”, afirma.

A ferramenta foi desenvolvida internamente pela Diretoria de Tecnologia e Educação da Secretaria da Educação e do Esporte do Paraná (Seed-PR) e está sendo usada desde 30 de novembro de 2020 na fase piloto. Os estudantes que estão testando a plataforma são alunos dos cerca de 2 mil professores de Língua Portuguesa, em todo o estado, para quem a ferramenta já foi disponibilizada. Os docentes participaram do curso Formadores em Ação, oferecido pela Seed-PR.

“Um aluno do 3º ano lamentou não poder mais usar a plataforma, já que está deixando a escola. Ele disse ‘Professora, que legal. Fico feliz pelos alunos que virão’. Então, o retorno dos estudantes está sendo muito bom”, conta a professora Izabella Regina Passo Pimentel, do município de Tupãssi. “Os professores também gostaram bastante. Acharam que é algo que vai somar ao trabalho.”

Tânia Teresinha Aziliero Belló, técnica pedagógica que acompanha o desenvolvimento e o uso da plataforma pelos professores, aponta que a ferramenta trará benefícios para os estudantes que começarem a utilizá-la no Ensino Fundamental. “Quando eles chegarem ao Ensino Médio, vão entrar com uma outra visão de escrita, reescrita, leitura, melhoria de vocabulário e percepção do que está sendo escrito”, considera.

Treino para processos seletivos — O Redação Paraná pode ser útil para os estudantes que desejam participar de processos seletivos que usam a redação como critério avaliativo. Eles têm autonomia para buscar propostas de redação na plataforma e praticar sozinhos a escrita, recebendo as correções instantaneamente. “É uma ferramenta que permite que o professor proponha temas específicos para suas turmas e que o aluno navegue nos milhares de temas baseados no Enem e em concursos”, explica Gustavo Garbosa, diretor de Tecnologia e Inovação da Seed-PR. “Nosso objetivo final é que o aluno tenha todos os instrumentos para aprender a fazer uma boa redação”, comenta.


Tags: Tecnologia PR