NOTÍCIAS

MostraTec 14:23, 30 out 2018 Projetos de estudantes do Amapá são premiados na Mostratec 2018 de Novo Hamburgo

Projetos de estudantes do Amapá são premiados na Mostratec 2018 de Novo Hamburgo

Além de medalhas e certificados, iniciativas foram credenciadas para feiras internacionais na Tunísia, Estados Unidos e México.

Por Wellington Costa

Três projetos de estudantes da rede pública de ensino do Amapá foram premiados, domingo, 28, na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) 2018, em Novo Hamburgo (RS). Além de medalhas e certificados, as iniciativas receberam credenciais para feiras internacionais na Tunísia, Estados Unidos e México.

A criação de uma composteira que agiliza o desenvolvimento de plantações, além de gerar energia elétrica, a partir do uso de fezes de gato, cachorro e gado, foi a vencedora na categoria ‘Ciências Animais e das Plantas’. A iniciativa é do estudante Caio Vinícius Lima de Souza, do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Professor Gabriel de Almeida Café, tendo como orientador o professor biólogo Aldeni Melo de Oliveira. O estudante ainda conseguiu credencial para a Feira Internacional de Ciências e Engenharia Intel-Isef, realizada nos Estados Unidos.

“Voltei com a sensação de dever cumprido. É o segundo ano consecutivo que consigo a credencial para a Isef. Desta vez, estou me preparando melhor, intensificando os estudos da língua inglesa, por exemplo, para fazer uma excelente apresentação”, comentou Caio Vinícius.

Outro projeto vencedor foi um de conjunto de vasos ecológicos, feitos a partir de resíduos de caroços de açaí, da jovem Aira Beatriz Cardoso de Souza, 17 anos, orientada pela professora Daniele Brito. A iniciativa foi destaque na categoria ‘Gerenciamento do Meio Ambiente’. Além de medalha e certificado, o projeto foi credenciado para o Festival Internacional de Engenharia, Ciências e Tecnologia (Ifest), na Tunísia.

“Quando a gente é anunciada como vencedora e sobe no palco, esquece todas as dificuldades e adversidades que passa por fazer pesquisa cientifica no Brasil. Estar ali foi um momento único, também por ser minha última feira como estudante de Ensino Médio. Sou grata aos professores que me apresentaram à iniciação cientifica na escola pública”, comentou Aira.

O terceiro projeto premiado foi o Rádio Escola: A Difusão da Educomunicação para o Meio Ambiente, de estudantes da escola José do Patrocínio. A iniciativa ficou em segundo lugar na ‘Categoria 3: Projetos de 7º ao 9º Ano do Ensino Fundamental’, da Mostratec Júnior, vertente da mostra voltada para projetos da Educação Infantil e Ensino Fundamental. O projeto recebeu credencial para a Infomatrix Continental, em Guadalajara, no México.

Para o professor Aldeni Melo, a premiação dos estudantes na Mostratec é a concretização de uma formação séria, que coloca o jovem como protagonista do próprio processo de ensino-aprendizagem na rede pública de ensino.

“Começamos a fazer pesquisa pelos corredores da escola, no quintal de casa, tudo para oferecer iniciação científica aos nossos alunos. Proporcionar pesquisa é dar autonomia a eles, e a possibilidade deles sonharem com um futuro melhor para si e para os que estão à sua volta. É um esforço que envolve não só professor e alunos, mas também os familiares”, destacou Aldeni.

Intel Isef

A Intel Isef (International Science and Engineering Fair) é a Feira Internacional de Ciências e Engenharia realizada anualmente, em maio, nos EUA. Desde 1950 uma cidade estadunidense diferente hospeda a feira a cada ano. É a maior feira para estudantes que ainda não chegaram ao nível universitário. Participam do evento projetos de 70 nações e territórios diferentes de todo o mundo.

A Intel Isef não possui modalidade de submissão direta. O estudante e seu projeto precisa participar de uma das feiras afiliadas à Intel Iself para estar qualificado a participar do evento. As feiras afiliadas estão incumbidas de selecionar os melhores projetos que serão mandados para a feira internacional. Desde 2003, a Febrace é a responsável pela seleção dos projetos que fazem parte da delegação brasileira que participa da Intel Isef.

No Brasil, para participar da Intel Isef o estudante precisa ser selecionado por uma das feiras afiliadas nacionais à Mostratec ou à Febrace.

I-Fest

O Festival Internacional de Engenharia, Ciências e Tecnologia (I-Fest), na Tunísia, é organizado pela Atast, a Associação Tunisiana para o Futuro da Ciência e da Tecnologia, aberto para estudantes e orientadores com idades entre 14 e 24 anos, além de familiares e professores.

A feira é dividida em duas partes principais. A primeira é a I-STC, a Área Internacional de Ciência e Tecnologia, onde todos os participantes têm a chance de sair do tédio, divertir-se e estimular a criatividade. A segunda parte é a I-Tsef, a Feira Internacional de Engenharia de Ciência e Tecnologia, que abriga competição científica em diferentes áreas que devem melhorar e desenvolver as habilidades dos jovens cientistas e mostrar o quão inovador eles podem ser.

Além disso, incentiva os participantes a aplicarem sua imaginação e criatividade às inovações tecnológicas. Durante o I-STC os alunos também participam de uma série de cursos e treinamentos nas categorias da feira. Os cursos de treinamento são ministrados por diversos especialistas. Ao término das atividades, após a certificação, os estudantes trabalham em grupos para produzir projetos que assegurem complementação entre os diferentes assuntos da I-Tsef.

Tags: Estudantes Amapá AP Iniciação Científica MostraTec Escola pública