NOTÍCIAS

Educação Profissional 17:24, 9 mar 2018 Projeto Igarapé Verde da Escola Técnica na cidade de Paragominas no Pará é premiado nacionalmente

Foto:

O compromisso e a dedicação de estudantes da Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará (Eetepa) do Município de Paragominas, no sudeste do Estado, acabam de ganhar reconhecimento nacional. O projeto “Igarapé Verde: Um enfoque interdisciplinar para a revitalização do igarapé em Paragominas”, mobilizando alunos da escola, foi premiado no concurso nacional “Respostas para o Amanhã”, promovido pela multinacional Samsung em parceria com o CENPEC (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária).

O projeto, desenvolvido pela escola desde novembro de 2016, foi submetido ao concurso  em 2017, concorrendo com mais de 1.370 projetos inscritos e envolvendo 42 mil alunos orientados por mil professores de escolas públicas do País. A iniciativa da escola paraense foi premiada pelo júri técnico, entre os cinco vencedores em nível nacional.

A divulgação dos vencedores nacionais ocorreu em 5 de dezembro, em São Paulo. A diretora da EETEPA Paragominas, Leila Cruz Moreira, e o professor coordenador do Projeto Igarapé Verde, Giliam de Matos Araújo, receberam o troféu entregue por dirigentes da Samsung e pelo ator Max Fercondini, engajado em causas ambientais e de consciência de consumo.

A cerimônia de premiação aos alunos e professores ocorreu no dia 6 deste mês de fevereiro, no auditório da escola. Foram entregues: três notebooks Samsung (um para o coordenador do projeto,  um para a EETEPA e um para a direção da escola); 45 tablets para os alunos envolvidos no projeto; um troféu de Vencedor Nacional para a EETEPA Paragominas; uma placa de Honraria e 45 medalhas para os alunos.

A diretora Leila Cruz Moreira afirmou que a cerimônia foi um momento de reconhecimento aos professores e alunos envolvidos no projeto, e estimulo ao andamento das ações para o ano de 2018. “O foco do projeto é valorizar a prática dos educadores e gerar benefícios à comunidade local. É um projeto que proporciona uma educação conectada com a realidade socioambiental local, e mostra aos estudantes que pequenas ações proativas geram grandes resultados criativos, transformando a comunidade em um ambiente de aprendizagem e engajamento social”, disse.

O projeto conta com o apoio da Coordenação de Educação Profissional (COEP), Prefeitura Municipal de Paragominas (PMP), empresas parceiras, alunos e professores de instituições de ensino e pesquisa. Meios de comunicação local (rádio e televisão) atuam na divulgação das ações transversais do projeto junto à população.

Projeto foi apresentado na Feira Pan-Amazônica

A XXI Feira Pan-Amazônica, coordenada pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), foi realizada no Hangar, em Belém, no ano passado, e recebeu o projeto Igarapé Verde. Trinta estudantes apresentaram aspectos do projeto ao público do evento, a partir do estande da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

O Igarapé Verde é um projeto interdisciplinar abrange atividades de educação ambiental, geotecnologias, recursos hídricos, webdesign e dinâmica territorial. 

Como parte do projeto, os estudantes construíram uma estufa para produção de mudas de espécies nativas na escola para serem aproveitadas na área de mata ciliar do igarapé; imprimiram uma cartilha educativa para conscientização dos habitantes sobre a necessidade de preservação do igarapé e outras ações empreendidas. A mobilização dos estudantes é acompanhada pela Coordenação de Educação Profissional (Coep) da Seduc.

Texto:Eduardo Rocha (Ascom-Seduc)

Foto:Divulgação (Ascom-Seduc)


Tags: Educação Profissional Pará PA Educação de Qualidade