NOTÍCIAS

Dedicação e carisma 14:39, 8 out 2015 Professora Rita Freitas estimula Jogo de xadrez em em escola da Bahia

Foto:

O papel transformador do seu ofício de educar faz do professor um ser especial. Muitos se destacam pelas práticas diferenciadas de levar para a sala de aula os conteúdos pedagógicos de suas disciplinas. A professora de Matemática Rita Freitas, do Colégio Estadual Professor Nogueira Passos, no bairro da Pituba, em Salvador, é um desses profissionais que encantam a comunidade escolar não só pela sua dedicação e pelo carisma, mas, sobretudo, por ter levado para o ambiente escolar um projeto lúdico e mobilizador, batizado de ‘Descomplicando com Xadrez’.

A prática, iniciada há três anos, é disponibilizada para toda a escola e se configura como uma alternativa de estimular o desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático, melhorando a concentração e a disciplina, promovendo a competição saudável e o trabalho em equipe. “O projeto consiste em ensinar os alunos a jogar xadrez. Com a promoção do lúdico, dá-se o aperfeiçoamento do desenvolvimento lógico-matemático e a organização do pensamento, melhorando a sua capacidade de cálculo, concentração, responsabilidade e tomada de decisão. A prática me permitiu estar mais próxima dos meus alunos e dialogar para além dos conteúdos formais. Hoje, percebo os estudantes mais pertencentes e inseridos ao ambiente escolar”, conta a professora Rita Freitas.

A experiência já atinge toda a escola e o desafio, diz, é conquistar, cada vez mais integrantes, incentivando-os a envolver a família no aprendizado do jogo de xadrez, em suas casas. Participam do ‘Descomplicando o Xadrez’ os alunos do Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), eixo IV, V e VII, nos turnos matutino e noturno. “A proposta, também, é despertar na comunidade estudantil a compreensão de que a indisciplina gera prejuízo psicológico, comportamental, social, econômico e, principalmente, no processo de ensino de aprendizagem”, completa a docente.

“A professora Rita Freitas é um amor de pessoa e uma profissional dedicada, preocupada com o bem-estar de seus alunos. O projeto que ela trouxe para a nossa escola é maravilhoso porque atrai os estudantes, de uma forma lúdica, para o aprendizado da Matemática. E o interessante é que ela busca sempre adaptar os conteúdos da disciplina à realidade dos meninos. Além disso, ela atua como uma psicóloga com os estudantes, sempre buscando conversar com eles e ouvi-los”, afirma a diretora da unidade escolar, Tânia Regina Lelis.

Os alunos falam da “mestra” com carinho e vibram com o projeto ‘Descomplicando com Xadrez’.  “O xadrez, que ela trouxe para a sala de aula, nos ajuda a gostar de Matemática e nos ensina a termos concentração e disciplina para alcançarmos os nossos objetivos na escola e na vida. A iniciativa dela mostra o quanto é interessada pelo nosso desempenho escolar e como se preocupa com a gente, como ser humano”, declara a estudante Emile Brandão, 13 anos, do 9º ano. Bruno Rios, 11 anos, 6º ano, conta que já sabia jogar xadrez e, quando a professora Rita levou o jogo para a sala de aula, foi uma oportunidade de ajudar os colegas na prática. “Foi um tio meu quem me ensinou a jogar xadrez, que fez com que eu aprendesse a lidar com estratégias e com as possibilidades de resolver uma questão de Matemática ou uma situação qualquer na minha vida. Adoro as aulas da professora Rita”.

Intervalos lúdicos
Para a realização do projeto, foram disponibilizadas no pátio da escola, no horário de intervalo, mesas com tabuleiros de xadrez a fim de identificar os estudantes que já conheciam o jogo. “Esses alunos foram convocados para uma reunião para que pudessem conhecer a proposta do projeto e convidados a contribuir, na condição de monitores”, relatou a professora. Durante três meses, sempre de terça a sexta-feira, durante o horário de intervalo, os alunos monitores, junto à professora Rita Freitas, ensinavam as regras do jogo para os estudantes interessados.

A ação ganhou os corredores da escola e a cumplicidade dos colegas da professora Rita, que a ajudaram, em 2013, a realizar o I Torneio de Xadrez do Colégio Estadual Nogueira Passos. “Acredito que a experiência é extremamente válida para os outros professores de outros colégios como forma de explorar o lúdico e expandir o raciocínio lógico e a concentração dos alunos”, considera a idealizadora do projeto, destacando que a iniciativa está ligada ao Programa Educacional Gestão da Aprendizagem Escolar (Gestar), criado pelo Ministério da Educação (MEC), e implementado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, com o objetivo de promover a formação dos professores de Língua Portuguesa e de Matemática, com vistas a fortalecer o ensino e a aprendizagem dessas disciplinas no Ensino Fundamental I e II.

Tags: Bahia BA Portal da Educação Mês do professor homenagem dia do professor Dedicação e carisma