NOTÍCIAS

Paraíba 09:22, 5 out 2020 Professor da Rede Estadual tem projeto selecionado no STEM TechCamp Brasil 2020

Foto:

 O Projeto ‘STEAM TechCamp Paraíba - Fórum Paraibano de Ciência e Inovação’ do professor Rodrigo de Almeida Guedes, da Escola Cidadã Integral Técnica Professor Luiz Gonzaga de Albuquerque Burity, em Rio Tinto, foi selecionado no programa STEM TechCamp Brasil 2020. O projeto ganhou do programa um investimento de R$ 8.300,00  para ser aplicado nas Escolas Cidadãs Integrais Técnicas da Paraíba.

O programa STEAM TechCamp Brasil é realizado todo ano, uma iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP). No programa, foram selecionados 27 professores e 27 funcionários de gestão educacional, representado uma escola por Federação. O evento STEAM TechCamp Brasil foi realizado no mês de fevereiro, em São Paulo, com oficinas para professores; oficinas para alunos; mostra científica e seleção dos melhores trabalhos para inscrição na Feira Brasileira de Ciências e Engenharias (FEBRACE).

O professor Rodrigo de Almeida representou a Paraíba pela segunda vez, e teve o projeto aprovado entre os 12 melhores no Brasil, ganhando um investimento financeiro para aplicar na Paraíba. O professor desenvolveu o projeto em parceria com o professor Kym Kanatto e a Coordenadora do Programa Primeira Chance, Rayssa Alencar, da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia.

O Projeto - O projeto é um ambiente criado para professores e alunos do ensino fundamental II e médio ou médio-técnico, na qual busca o desenvolvimento de formações virtuais de professores multiplicadores no contexto da aprendizagem multidisciplinar, baseados em projetos focados no STEAM, na qualificação dos recursos de aprendizagem maker/STEAM e um evento científico para os alunos apresentarem seus projetos, todos de forma virtual, no qual possam alavancar os índices do ensino fundamental e básico na Paraíba, principalmente das disciplinas de Matemática, Ciências e Artes.

De acordo com o professor Rodrigo de Almeida, o projeto está previsto para ser aplicado no mês de dezembro nas Escolas Cidadãs Integrais Técnicas. Será realizado um STEAM TechCamp Paraíba, com 40 vagas para professores e 120 para alunos.

Na Paraíba, o evento será no formato online devido à pandemia, através de oficinas com os profissionais convidados; parceria com a casa Thomas Jefferson da embaixada americana em Brasília e os parceiros da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) campus IV e Universidade de São Paulo. Além disso, outros profissionais serão encarregados das palestras e professores técnicos convidados para a mostra científica.

 “Esperamos que as próximas edições do STEAM tech camp Paraíba sejam presenciais, todas as escolas que participarem do evento receberão certificados. É uma grande responsabilidade, mas fico muito feliz e grato por contribuir com a educação do meu estado”, disse o professor Rodrigo de Almeida.

O STEAM é uma abordagem educacional que combina diferentes áreas das ciências, artes e tecnologia na geração de um ambiente mais propício à inovação no aprendizado e na educação

O Programa - STEAM TechCamp Brasil é uma iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Este programa tem como objetivo estruturar uma rede de multiplicadores formada por gestores das Secretarias Estaduais de Educação e professores líderes de ações escolares em Ciências, Tecnologia, Engenharias e Matemática (STEAM), com potencial e liderança para articular e aprimorar ações existentes e elaborar e implantar novas ações voltadas à aprendizagem ativa de STEAM nas redes públicas de educação básica do Brasil.

https://paraiba.pb.gov.br/diretas/secretaria-da-educacao-e-da-ciencia-e-tecnologia/noticias/professor-da-rede-estadual-tem-projeto-selecionado-no-stem-techcamp-brasil-2020


Tags: Paraíba Projeto PB professor