NOTÍCIAS

Distrito Federal 15:26, 7 ago 2020 Planaltina ganha Centro Interescolar de Línguas (CIL) para 3.500 alunos

Planaltina ganha Centro Interescolar de Línguas (CIL) para 3.500 alunos

Durante a construção, a obra gerou 25 empregos diretos e mais 75 indiretos


Foto: Ascom/SEEDF

A comunidade de Planaltina ganhou um novo Centro Interescolar de Línguas – CIL 01 nesta quinta-feira (6). A entrega simbólica da unidade contou com a presença do governador Ibaneis Rocha, do secretário de Educação, Leandro Cruz, do secretário-executivo da pasta, Fábio Sousa, e do coordenador regional Bento Alves dos Reis, além de profissionais de educação que ajudaram a concretizar o projeto.

Com as novas instalações, o CIL viu sua capacidade de atendimento aumentar de 700 para 3.500 alunos.

Essa ampliação só foi possível porque o centro de ensino mudou de endereço. Se nos últimos cinco anos funcionou de forma improvisada no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 8, agora, com instalações novinhas em folha, ocupa uma área de 850 m² bem no centro da cidade, no Setor Educacional, Lote C, na Praça do Estudante.

O novo CIL é dividido em três blocos: um com 12 salas de aula, com 23 m² cada, entre outros; o bloco administrativo; e o bloco externo de banheiros para os estudantes, com acessibilidade. Toda essa estrutura faz parte de um complexo escolar da região, onde já funcionam o Centro de Ensino Fundamental 04, a Biblioteca Escolar Comunitária Monteiro Lobato, uma agência do Banco de Brasília (BRB) e a Coordenação Regional de Ensino (CRE), promovendo uma maior integração de ensino na região administrativa.

“Estou muito alegre, sei da necessidade da população e aqui nesta unidade vamos sair de 700 para 3.500 alunos atendidos. Isso vai dar ainda mais oportunidade a esses estudantes de se inserirem no mercado de trabalho, de se qualificarem para as universidades. É um projeto de futuro realmente”, aponta o governador do DF, Ibaneis Rocha.

O auditório que o governador se refere é um espaço para 130 lugares que será construído no lugar de um depósito e vai servir para abrigar eventos, programas e projetos da comunidade escolar.

“Essa é mais uma demonstração do compromisso do Governo do Distrito Federal com a educação pública e de qualidade. Neste período de pandemia não paramos. Diversas obras já foram entregues e outras estão em andamento para garantir ambientes que irão proporcionar melhores condições para os estudantes da rede”, disse o secretário de Educação, Leandro Cruz.

Para o coordenador Bento Alves dos Reis, as novas instalações é uma conquista histórica para a comunidade de Planaltina. “Desde a inauguração, o CIL atendia somente alunos de 15 anos ou mais por funcionar apenas à noite. Com a entrega do espaço, atenderemos três vezes mais ainda este ano”, comemora.

Beneficiados

A reforma beneficia estudantes do 6º ano ao Ensino Médio, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Educação Especial nos idiomas inglês, francês e espanhol. Os CILs não vão retornar de forma presencial, logo os alunos estão acompanhando as aulas pela plataforma Google Sala de Aula devido à pandemia do novo Coronavírus.

Em 2021, a unidade vai ofertar, em caráter experimental, o ensino de libras. Estudantes de Planaltina que estão matriculados no CIL de Sobradinho poderão solicitar o remanejamento.

Força para a economia local

A obra, que começou em outubro de 2019, movimentou a economia local. Foi realizada por uma empresa de Planaltina e gerou 25 empregos diretos e mais 75 indiretos. O investimento de R$ 1 milhão veio de emenda parlamentar do deputado distrital Cláudio Abrantes, e foi destinada ao Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf).

CIL no DF

Atualmente, são mais de 48 mil alunos matriculados em 17 unidades de centros interescolares de línguas na capital, onde os estudantes podem aprender gratuitamente inglês, espanhol, francês, japonês e até alemão, no contraturno das aulas regulares, com aulas e projetos inovadores. Vagas também são destinadas à comunidade.

Além de Planaltina, também há unidades na Asa Norte, Asa Sul, Brazlândia, Ceilândia, Gama, Guará, Núcleo Bandeirante, Paranoá, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga. Neste ano, a oferta de cadeiras em outra sede também aumentou, graças à reorganização da estrutura da coordenação regional de ensino.


Com informações da Agência Brasília

Tags: DF Distrito Federal #DF