NOTÍCIAS

Pernambuco 15:07, 6 set 2017 PGM Musical embarca grupo de estudantes da rede estadual para o Canadá

Foto:

Os jovens irão estudar um semestre letivo no país norte-americano, conciliando as aulas regulares com as instruções musicais em uma renomada escola de música

Como é padrão em despedidas, a saudade antecipada foi mais uma vez o sentimento dominante durante o embarque, nesta terça-feira (05), dos 10 estudantes da rede estadual de ensino que foram selecionados para a edição deste ano do Programa Ganhe o Mundo – Musical. Pais, responsáveis e colegas dos jovens foram ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre para desejar boa viagem e dar um “até logo” aos intercambistas que viajaram para o Canadá.

Os adolescentes irão estudar um semestre letivo no país norte-americano, conciliando as aulas regulares (na modalidade high-school) com as instruções musicais no contra turno da escola, na Gary Bennett Music, renomada e premiada escola de música localizada em Corner Brook, Canadá. Dentre os instrumentos e habilidades dos jovens músicos estão o canto, saxofone, teclado, órgão, violino, flauta transversa, contra baixo acústico e bateria. O grupo embarcou na companhia de outros 56 estudantes selecionados pelo PGM tradicional.

Yasmin Teixeira, 16 anos, é aluna do 2º Ano do Ensino Médio na EREM Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que fica no município de Capoeiras, e foi aprovada no instrumento bateria, após seleção e audição no Conservatório Pernambucano de Música (CPM). “A música entrou na minha vida a partir do professor Wagner de Souza, que me proporcionou um estudo de bateria, e comecei entrando numa banda e fui evoluindo meu aprendizado. Eu espero nesse intercâmbio aprender novos estilos, além de conhecer novas pessoas, ficar com uma família legal e que me acolha bem, que seja uma experiência que eu leve por toda a minha vida e minha carreira”, disse.

Já Wayslanne Bezerra, 15 anos, estuda na EREM Nossa Senhora de Fátima, que fica em Sanharó, e toca flauta transversa. “Eu entrei na música bem pequena, incentivada pelos amigos. Saí da banda, mas continuo indo aos ensaios, e ano que vem, quando voltar do intercâmbio, o meu maestro me chamou para ser segunda maestra e conduzir a banda com ele, para levar os conhecimentos que aprendi lá fora para a banda marcial e a orquestra. Estou bem ansiosa porque ainda não estou acreditando que vou viajar”, confessou.

A coordenadora Regional do PGM, Jânia Milfont, explicou como foi o processo para selecionar os 10 estudantes. “Os jovens passaram pela seleção normal do PGM tradicional e depois por uma prova de música escrita e uma audição no conservatório, numa parceria que conta com a ajuda do corpo docente de lá para a seleção desses adolescentes. Lá no Canadá, cada estudante com seu instrumento será orientado por um professor, auxiliando no aprendizado e na especialização deles”, relatou.

Rose Hazin, gestora do CPM, enalteceu essa chance que os jovens estão tendo. “É uma oportunidade única e que muitos estudantes de música daqui não têm, é algo bastante valoroso inclusive em termos de referencial, pois a partir do momento em que você conhece outros lugares e vê como a música e o seu ensino funcionam, você é capaz de criar novas referências e isso vai levá-lo a querer melhorar e se aprimorar. Certamente haverá uma troca de experiências e vivências entre nossos jovens e o povo de lá, despertando a busca de referências e levando o seu conhecimento da nossa música regional, aprendendo o que se faz lá e o que há de comum, pois a música é uma linguagem universal, sem falar no aprendizado da língua estrangeira”, concluiu.


Tags: Consed Portal Pernambuco PE Nordeste regiao nordeste