NOTÍCIAS

Rio Grande do Sul 18:16, 16 mar 2016 Parceria com o Google disponibilizará ferramentas digitais para escolas do Rio Grande do Sul

Ideia é iniciar o trabalho em cerca de 300 estabelecimentos, tanto na Capital, quanto no interior do Estado, com foco especial para os 104 que funcionam em tempo integral. Parceria é fruto da viagem que secretários de Educação do País fizeram aos Estados Unidos, em janeiro deste ano.
Foto: Evandro Oliveira, Secretaria da Educação do RS.

uma das primeiras ferramentas que estará à disposição dos professores gaúchos é o Google Expeditions, que trabalha com realidade virtual usando smartphones

Um Termo de Cooperação firmado nesta segunda-feira pela Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul e o Google, por meio da Mstech Educação e Tecnologia – parceira da empresa americana – disponibilizará gratuitamente às escolas do Estado ferramentas tecnológicas para o apoio às atividades em sala de aula. 

De acordo com o representante do Google, Rodrigo Pimentel, uma das primeiras ferramentas que estará à disposição dos professores gaúchos é o Google Expeditions, que trabalha com realidade virtual. Usando smartphones e um Google Cardboard - óculos feito de papelão que pode ser adquirido ou fabricado artesanalmente -, os alunos podem participar de um tour virtual por diferentes lugares do mundo.

A primeira escola a receber o Expedictions deverá ser o Colégio Estadual Três Mártires, de Palmeira das Missões. O diretor Marcos Hivan Machado, que participou do lançamento da parceria nesta segunda-feira, conta que os professores já utilizam a Nuvem do Google para armazenar conteúdos programáticos e arquivos administrativos, como notas de avaliações e listas de chamada. O diretor afirma que a nova ferramenta terá função essencial na sala de aula, pois mostrará aos alunos outros lugares e realidades culturais.

“Nossa missão é analisar o status da rede e trazer as melhores ferramentas do Google para auxiliar os governos a resolverem problemas como o interesse dos alunos pelas aulas. No Rio Grande do Sul nossa expectativa é muito grande, tanto pela abertura que tivemos com a Secretaria, quanto pelo interesse que os professores demonstraram”, afirma Rodrigo.

Por meio da Mstech, a empresa americana fornecerá capacitação aos 30 Núcleos de Tecnologia Educacional da Seduc, responsável por auxiliar e treinar os professores nas escolas.

A ideia é iniciar o trabalho em cerca de 300 estabelecimentos, tanto na Capital, quanto no interior do Estado, com foco especial para os 104 que funcionam em tempo integral.

O secretário Vieira da Cunha lembra que a parceria é fruto da viagem que fez aos Estados Unidos, em janeiro deste ano, ao lado de outros secretários de Educação do país.

“Eu tinha certeza que essa viagem renderia bons frutos, pois o roteiro contemplava o Vale do Silício. A convite do governo americano, tivemos a oportunidade de visitar algumas empresas como a Google. Foi quando começamos a falar sobre a possibilidade desta parceria que hoje está se realizando. O que nós queremos na nossa gestão é exatamente procurar caminhos diferentes que possam fazer a atividade dos nossos alunos mais prazerosa e, consequentemente, mais eficiente”, aponta Vieira.

Estados como Amazonas e Paraíba já possuem parceria semelhante. Lá, foram trabalhadas alternativas off-line, ou com pequena necessidade de uso de dados, devido à dificuldade verificada com a velocidade e qualidade do sinal de internet.

“Este não é apenas um problema dos estados brasileiros, mas de toda a América Latina e dos países emergentes”, explica Rodrigo, garantindo que as plataformas podem ser adaptadas e utilizadas nas escolas do interior.

O lançamento da parceria ocorreu no Palácio da Justiça e reuniu os 30 Coordenadores Regionais de Educação do Estado.


Tags: Gestão da Educação Tecnologia Rio Grande do Sul RS Tecnologias na Educação Tecnologia na sala de aula