NOTÍCIAS

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais 16:37, 6 set 2019 Para comemorar o Dia Mundial da Alfabetização, professores falam da emoção de ensinar

Para comemorar o Dia Mundial da Alfabetização, professores falam da emoção de ensinar

Data é comemorada no dia 8 de setembro

A leitura é porta de acesso para o mundo e, todos os dias, professores da rede estadual de ensino mineira auxiliam crianças a atravessa-la. Com muito carinho e uso de metodologias pedagógicas diferenciadas, eles ajudam os estudantes a encontrarem sentido para as palavras e ao escutar a primeira leitura vem à tona um sentimento que segundo eles, é inexplicável.

No próximo domingo (8/9) é comemorado o “Dia Mundial da Alfabetização”, a data que tem como objetivo ressaltar a importância da alfabetização para o desenvolvimento social e econômico mundial. É também um momento para conhecer um pouquinho do trabalho desenvolvido por educadores mineiros.

Marise é professora na Escola Estadual Duque de Caxias, em Belo Horizonte. Foto: Arquivo da Escola

Marise é professora na Escola Estadual Duque de Caxias, em Belo Horizonte. Foto: Arquivo da Escola

Apaixonada pela profissão, a professora do 1º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Duque de Caxias, em Belo Horizonte, Marise de Oliveira Rodrigues Santos, é aposentada de um cargo, mas não deixou de atuar na educação. Desde 1993, é alfabetizadora e fala sobre a emoção que sente ao ver uma criança lendo pela primeira vez. “Gosto do olhar da criança de quando ela está aprendendo a ler. É um brilho diferente que me traz uma satisfação que não tem preço. É nessa fase da vida escolar do aluno que percebemos que a aprendizagem está realmente acontecendo”, contou.

No seu dia a dia em sala de aula, Marise utiliza música e jogos pedagógicos para auxiliar no processo de aprendizagem. “Começamos apresentando o alfabeto e trabalhando o controle motor. Também gosto de utilizar música para ensinar as letrinhas e silabas. Os alunos vão cantando, reconhecendo e aprendendo. O aprendizado é constante”, explicou.

Maria Aparecida é aposentada, mas continua atuando como educadora. Foto: Arquivo da Escola

Maria Aparecida é aposentada, mas continua atuando como educadora. Foto: Arquivo da Escola

Já Maria Aparecida Silva Barbosa é professora do 2º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Rumia Maluf, em João Monlevade. Dos 18 anos atuando como educadora, seis são como alfabetizadora. “Eu amo o que eu faço. É muito gratificante ver o avanço dos alunos a cada dia. No início do ano tínhamos dois estudantes que não conheciam as letras do alfabeto e hoje já formam frases e reconhecem as silabas. Cada dia é uma vitória”, afirmou.

Para a professora do 2º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Virgília Paschoal, em Pouso Alegre, Nângela Carla Conceição de Jesus, uma criança está alfabetizada quando ela aprende a ler e a interpretar. Segundo ela, a maior felicidade de sua vida é quando isso acontece. “É um sentimento inexplicável. Vê-los lendo é a minha realização”, se emociona.

A professora destaca que a alfabetização mexe com o professor, mas que tem um impacto muito maior no aluno. “ Quando a criança lê sua primeira palavra, ela se sente integrante de um grupo e isso a faz querer aprender cada vez mais”, declarou.

Nângela é professora alfabetizadora há dez anos. Foto: Arquivo da Escola

Nângela é professora alfabetizadora há dez anos. Foto: Arquivo da Escola

Dia Mundial da Alfabetização

A data foi criada em 8 de setembro de 1967 pela Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Ela tem como objetivo ressaltar a importância da alfabetização para o desenvolvimento social e econômico mundial.


Tags: MG Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais seemg Dia Mundial da Alfabetização