NOTÍCIAS

Parceiro 13:51, 16 mar 2015 Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras está com inscrições abertas

Foto:

Já estão abertas as inscrições para a Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras (MSF), competição em equipes para estudantes do fundamental 1 e 2 e ensino médio. A prova será realizada no dia 10 de abril, na própria escola inscrita. A ficha de inscrição está disponível no site www.matemáticasemfronteiras.org.

A inscrição é gratuita para as escolas públicas e paga para as escolas particulares (R$ 189,00 como ajuda de custo – o valor é único por escola). Não há limites para a quantidade de classes das escolas interessadas em participar, mas cada classe terá um único time.

Criada em 1989 pelo Ministério da Educação da França, a competição envolveu em 2014 mais de 163 mil alunos de 35 países, sendo 13 mil brasileiros. A prova é aplicada em 11 diferentes idiomas.

No Brasil, a Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras é organizada pela Rede POC – Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento - programa de intercâmbio científico que tem como objetivo estimular o interesse entre os estudantes pela Ciência, Tecnologia e Inovação.

O diretor acadêmico da Rede POC, Ozimar Pereira, explica que a MSF é diferente das outras competições do gênero, como a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). "A Matemática Sem Fronteiras é a única realizada por equipes, formadas nas próprias classes, não é individual como as outras", diz.

Na opinião de Brigitte Wenner, supervisora de Matemática do Ministério da Educação da França em Strasbourg/Alsácia e presidente da Association Internationale Mathématiques Sans Frontieres, o formato da prova produz efeitos positivos sobre a qualidade do ensino da Matemática, uma vez que estimula o trabalho em equipe na classe e a resolução de problemas abertos. "Um problema é aberto se seu enunciado é curto, não induzindo ao método de resolução, e onde muitas estratégias são possíveis para a sua resolução", explica Birgitte.

A prova também envolve alunos do ensino fundamental 1 e tem uma das questões em uma língua estrangeira, a ser escolhida pela equipe, entre alemão, inglês, francês, espanhol ou italiano. As provas são dissertativas e divididas em três níveis: básico, para o fundamental 1; junior para o fundamental 2; e sênior para o ensino médio. Todas as escolas receberão um certificado de participação e as classes com melhor desempenho ganharão também medalhas de premiação.

Outro diferencial, aponta Ozimar, é que a prova não é direcionada apenas para alunos com altas habilidades na disciplina. "É importante as escolas e os alunos saberem que a Olimpíada não é apenas para quem é excelente em Matemática. Queremos incentivar o trabalho em equipe e desmistificar a ideia de que a Matemática é muito difícil", destaca.

A MSF é a seção brasileira do evento internacional Mathématiques sans Frontières, criado pela Académie de Strasbourg, Inspection Pédagogique Régionale de Mathématiques e IREM (Institut de Recherche sur l'Enseignement des Mathématiques), órgãos ligados ao Ministério da Educação francês.

No Brasil, a MSF conta com o apoio do Consulado Geral da França em São Paulo, do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), do Cenpec - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (instituição sem fins lucrativos ligada à Fundação Itaú Social) e da Universidade Metodista de São Paulo.

A inscrição deverá ser feita unicamente pela escola, que designará um professor como coordenador responsável. Ele deverá preencher a ficha de inscrição no site redepoc.com/msf/inscricoes.html.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 08 de abril de 2015.


Tags: Consed Olimpíadas Portal Gestão da Educação Parceiro Matemática