NOTÍCIAS

Projetos e Premiações 16:40, 22 ago 2019 Governo do Piauí estuda parceria para garantir ensino a estudantes em tratamento hospitalar

Foto:

A cooperação internacional em saúde e educação foi tema discutido pelo governador do Piauí, Wellington Dias, nessa quarta-feira (21), durante visita da delegação de Piemonte Brasil-Itália. A comitiva é composta pelo médico psiquiatra da Universidade de Turim, Pier Maria Furlan, Prof. Tiziana Catenazzo e Joana Maciel.

A comitiva apresentou projetos ligados à reabilitação psicossocial e ao projeto Hospital Escola que tem por objetivo evitar a evasão escolar por estudantes que necessitam de tratamento durante internação nos hospitais. Com a iniciativa, os educadores utilizam videoconferências ou se deslocam até as clinicas para repassar os conteúdos necessários aos pacientes.

O Governo do Piauí já realiza uma colaboração com a Universidade de Turim na área social no âmbito da pesquisa e formação em saúde mental. Wellington Dias explica que o acordo será desenvolvido entre as Secretarias de Estado da Educação e da Saúde, visando garantir a aprendizagem dos alunos em tratamento de saúde.

"Hoje eles apresentam uma etapa voltada para crianças com casos em que há internação por problemas de saúde e consequentemente o afastamento da escola. Eles criaram um programa em que permite o uso de tecnologia na rede hospitalar para crianças seguirem seu tratamento enquanto realizam seus estudos. Acertamos que as Secretarias de Saúde, Educação e UESPI estarão dialogando neste projeto", disse o governador.

Presente na reunião, o secretário da Educação, Ellen Gera, afirmou que as pastas irão discutir a parceria visando alcançar todos os alunos nestes casos de evasão por internação. 

"Temos estudantes que em algum momento acabam se afastando da escola para tratamentos nos hospitais e assim interrompendo seu fluxo escolar. A Itália tem uma experiência exitosa em que a educação vai ao encontro dos estudantes e iremos replicar no Estado", disse o secretário.

Ellen Gera ressalta ainda que a Seduc possui um projeto piloto em parceria com o Hospital São Marcos voltado a atender os alunos internados por consequência do tratamento oncológico.

"A Seduc neste momento está num trabalho piloto com o Hospital São Marcos em que é destinada uma sala para atender as crianças que estão internadas. Iremos estudar este projeto da Itália que tem uma experiência ampla para trazer esta qualificação aos nossos profissionais para trabalhar dentro da modalidade de educação", acrescenta o secretário.

As secretarias de estado como as de Saúde, de Assistência social e Universidade Estadual do Piauí (Uespi) deverão auxiliar na colaboração internacional que vai buscar conciliar pesquisa e qualificação.


Tags: Parcerias PI Escolarização Hospitalar Educação Hospitalar Projetos e Premiações educação e saúde