NOTÍCIAS

Formação Continuada 11:28, 6 jun 2019 Governo de Rondônia investe na formação continuada para gestores da Educação de Jovens e Adultos

Governo de Rondônia investe na formação continuada para gestores da Educação de Jovens e Adultos

Com o objetivo de apresentar e discutir as diretrizes nacionais e estaduais para a oferta da Educação de Jovens e Adultos (EJA), com a finalidade de dinamizar a operacionalização dos cursos e exames para a área em Rondônia, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realiza nesta quarta-feira (5) a Formação de Gestores da Educação de Jovens e Adultos, no Hotel Rondon. O evento se estende até esta quinta-feira (6).

Direcionada a coordenadores pedagógicos, gestores e secretários escolares dos Centros Estaduais de Educação de Jovens e Adultos (Ceejas), escolas estaduais de ensino fundamental e médio Madeira-Mamoré (Porto Velho) e Escola Oswaldo Pianna (Corumbiara), que atuam na educação de jovens e adultos do Estado, a formação abrange 125 profissionais da educação que atuam diretamente na EJA.

“Vamos nestes dois dias debater, socializar, apresentar e sugerir ajustes nas normativas estaduais da EJA, conforme a filosofia e necessidades dessa modalidade de ensino” argumentou a chefe do Núcleo de Educação de Jovens e Adultos, Luciane Lina Ferreira de Souza.

ABERTURA

Na abertura do evento, o professor doutor Marcos Aurelio Marques ressaltou que durante os dois dias de debates serão apresentadas as normas da EJA e apresentação de propostas para discussão de estratégias a fim de que a educação continue seu viés formativo.

A gerente de Educação Básica, Rosane Magalhães desejou um bom curso e agradeceu ao comprometimento da equipe no preparo das formações. “Este curso vai proporcionar o encontro e a formação, que é a base para quem é professor” destacou.

A diretora Geral de Educação, Irany Oliveira Lima Morais, representando o secretário afirmou que o atual secretário da Educação, Suamy Vivecananda, é um apaixonado pela EJA e deseja dar um novo redimensionamento. Para isso, a formação irá auxiliar na revisão de portarias acolhendo sugestões para ao final se chegar a um denominador comum, declarou Irany.

O secretário da Educação participou durante o evento e falou do histórico da EJA, que é um ensino fora do regular, “mas que por não ser regular, não quer dizer que seja irregular” afirmou. Por isso, disse Suamy, o EJA não pode ser visto na educação como um castigo ao estudante.

“Precisamos mudar o padrão. Nosso interesse é resgatar seres humanos, com história de vida, para mudar e fazer crescer. Finalizou a sua mensagem aos coordenadores pedindo que “digam sim a vocês, pois assim dirão sim aos alunos que estão lá na ponta, e tenham certeza, vão mudar muitas vidas” concluiu.


Tags: Formação Continuada RO EJA - Educação de Jovens e Adultos SeducRO