NOTÍCIAS

Rio Grande do Norte 09:27, 27 ago 2020 Governadora visita obra finalizada de escola estadual de ensino médio

Governadora visita obra finalizada de escola estadual de ensino médio

A Escola Estadual Jacumaúma atende mais de 520 alunos

Com o objetivo de levar uma educação de qualidade para mais de 20 mil estudantes no RN, o Governo está reformando e ampliando 40 escolas em 32 municípios do Estado, com investimento de mais de R$ 86 milhões, a partir do empréstimo com o Banco Mundial. Acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, a governadora e professora Fátima Bezerra, visitou uma dessas obras finalizadas, no município de Arês. A visita aconteceu no final da manhã desta quarta-feira (26).

Com a obra estrutural concluída e à espera apenas de documentos do Corpo de Bombeiros para ser entregue, a centenária Escola Estadual Jacumaúma atende mais de 520 alunos do Ensino Médio. Somente nesta intervenção foram aplicados R$ 2,9 milhões.

“Essa não foi apenas uma reforma. Foi uma reconstrução. E isso se dá numa demonstração clara de nosso compromisso com a Educação, e de como essas intervenções são prioridade para a nossa gestão. Agora sim, a Jacumaúma está à altura da dignidade de toda a comunidade escolar”, comemorou Fátima, que completou: “melhor do que vivenciar esse momento de alegria e felicidade é dividir com entes tão importantes como professores, merendeiras, e funcionários em geral que vão viver essa escola no dia a dia”.

O projeto foi concebido com a integração dos diversos setores. Dessa maneira, a escola vai passar a oferecer oito salas de aulas, de recursos multifuncionais, de multimídia, três laboratórios, biblioteca, recreio coberto e área de circulação.

No setor administrativo, foram construídas as salas da direção, dos professores, secretaria, coordenação pedagógica, almoxarifado e arquivo. Na ala dos serviços, estão a cozinha, copa, área de serviço, despensa, depósitos, banheiros e vestiários acessíveis para alunos e funcionários e cisterna.

Ao verificar cada ambiente da nova escola, a ex-aluna e vice-gestora da instituição, Elizete Fernandes, falou da expectativa da volta às aulas. “Diante desta que, sem dúvidas, é a maior obra que o município de Arês foi beneficiado nos últimos anos, só podemos dizer que estamos contando as horas para voltar às aulas em uma escola adequada, com a estrutura que vai atender a todas as nossas necessidades, sejam elas pedagógicas, ou administrativas”, pontuou Elizete.

O secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Governo Cidadão, Fernando Mineiro, explicou que a finalização desta e de outras tantas obras é o resultado de um trabalho integrado entre o Governo Cidadão e a Secretaria de Estado de Educação, destravando problemas, buscando soluções para que as obras fluíssem sem dificuldades.

“A luta para dar continuidade às obras foi grande. Essa é apenas uma escola que entregaremos esse ano. Das 40, ainda em 2020, 38 voltarão às mãos de seus alunos, professores, coordenadores. O que mostra o cuidado da gestão da professora Fátima com a Educação do RN”, destacou Mineiro, acrescentando que nos próximos dias as instalações deverão receber a autorização do Corpo de Bombeiros para funcionar. Quinze escolas já tiveram as obras estruturais concluídas, outras 20 estão com obras em andamento e cinco prestes a iniciar os serviços.

Corroborando Mineiro, o sub secretário de Educação, Marcos Leal, disse: “Para a secretaria é uma emoção entregar equipamento de tão alta qualidade”.

O presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa e professor da rede Estadual de ensino, o deputado estadual Francisco Medeiros, completou: “A nova estruturação que está sendo dada às escolas do Estado fortalecem o setor e beneficiam toda a população”.

Jacumaúma e Arês

A história conta que o município de Arês se iniciou, pelos idos de 1758, quando um grupo de índios chefiados pelo cacique Jacumahuma resolveu deixar o aldeamento de Papary (hoje, Nísia Floresta) por causa das desavenc¸as ocorridas e foi a procura de novas terras. Chegando às margens da Lagoa de Guarai´ras, o grupo indi´gena se estabeleceu, e dai´ surgiu a` primeira comunidade da futura Vila Nova de Arês. Título dado pelo juiz de Olinda, Dr. Miguel Carlos Caldeira Castelo Branco.


Tags: Rio Grande do Norte Portal RN