NOTÍCIAS

Posse 11:32, 2 mai 2018 Governador de Rondônia empossa Angélica como secretária e Chaguinha como adjunta da Seduc

Governador de Rondônia empossa Angélica como secretária e Chaguinha como adjunta da Seduc

Oficialmente, nesta quarta-feira (2), o governador Daniel Pereira deu posse as professoras Angélica Ayres, Chaguinha e Betinha Siqueira nos cargos de secretária de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), adjunta e diretora Geral de Educação da Seduc, respectivamente, em solenidade realizada na sala de reuniões do gabinete da Seduc.Contando com as presenças de diretores, gerentes, coordenadores e técnicos da Seduc, o evento teve início com assinatura dos termos de posse e, na sequência, a secretária adjunta, professora Chaguinha, usou da palavra para agradecer ao governador Daniel Pereira por nomear três mulheres para ocupar os principais cargos na Seduc e afirmou que vai dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo então secretário Valdo Alves e pediu apoio e ajuda de todos para que confiem no trabalho que será realizado a partir da posse.Na sequência, a secretária Angélica Ayres se dirigiu aos presentes e agradeceu a Deus e ao governador Daniel Pereira por acreditar em seu trabalho e a indicar para o honroso cargo de secretária da Seduc. "São 32 anos de trabalho e precisou o governador Daniel Pereira assumir o cargo para indicar um técnico para ocupar ser secretária. A empossada fez um breve relato sobre o seu antecessor, Valdo Alves, e disse das dificuldades que terá que enfrentar. "Estamos voltando de uma greve longa, teremos a Copa do Mundo e as eleições. Hoje, de joelhos, pedi a Deus sabedoria para ocupar o cargo e espero contar com ajuda e apoio de todos para dar continuidade ao trabalho de Valdo Alves, pois somos destemidos pioneiros e vamos à luta", conclamou Ayres.O governador Daniel Pereira iniciou seu discurso afirmando que está viajando hoje a São Paulo e Santa Catarina para manter contatos na área educacional e na Capital Capixaba estará tratando da aquisição do projeto de Gestão de Pessoal, visto que é considerado um dos melhores do Brasil e que deve ser implantado em Rondônia.Pereira afirmou que tem sua origem em uma família pobre e que, com a educação, chegou ao cargo de governador de Rondônia. Antes, porém, foi professor, membro da Associação dos Professores de Cerejeiras, foi fundador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) e dirigente do Sindicato dos Servidores Federais em Rondônia (Sindsef) e sempre acreditou na educação como elemento transformador da sociedade. "Estive na Alemanha, Coréia do Sul, Portugual e comprovei que foi através da educação que esses países se tornaram potencias econômicas. Portanto, temos que dar um novo passo na educação de Rondônia. As mudanças devem ocorrer para que não se perpetue a mesmice na administração. Quero o apoio de todos para Angélica, Chaguinha e Betinha. Vamos acabar com as intrigas e fofocas. Não quero disputa e nem competição por espaço na Seduc", afirmou.O governador destacou as qualidade profissionais das professoras Angélica e Chaguinha e disse que pretende fazer mais com menos, sugerindo que pretende valorizar os servidores estaduais e que pretende realizar um trabalho que possa ter consequências positivas nos próximos quatro, oito ou 12 anos para os futuros governantes.O chefe do Executivo Estadual citou o exemplo da Escola Emilio Cedin, em Sobral (CE) que tem o Ideb de 9,8 e há um trabalho da professora Nilvia Carvalho em fazer o melhor com o pouco recurso e há o comprometimento de todos os profissionais da educação para com a melhoria da qualidade do ensino.Rondônia pode ser o primeiro Estado do Brasil a aderir ao Selo da Unicef para Educação e o objetivo maior é evitar a evasão escolar que hoje causa sério prejuízo à educação brasileira e, para tanto, quer fazer de Rondônia o 5º melhor Estado em educação  e, para tanto, precisa desenvolver a riqueza intelectual dos profissionais da área.

Tags: Educação Posse RO