NOTÍCIAS

Intercâmbio 10:28, 19 jun 2018 Estudantes do Amapá viajam para o Egito e Estados Unidos para intercâmbio estudantil

Estudantes do Amapá viajam para o Egito e Estados Unidos para intercâmbio estudantil

Estadia será de um mês no país escolhido pelo estudante, através do Programa BP Global STEM Academies, em parceria com o Governo do Amapá.

Por Wellington Costa

Dois estudantes da rede estadual de ensino estão com passagens marcadas para o Egito e Estados Unidos, onde passarão por intercâmbio estudantil em escolas desses países. Um dos jovens embarca na madrugada desta terça-feira, 19, com destino ao Cairo, capital egípcia. Outros dois estudantes da rede de ensino federal também participarão do intercâmbio.

Matheus da Silva dos Santos, aluno do ensino médio na Escola Estadual José Barroso Tostes, em Santana, passará as férias escolares em pleno estudo em uma escola da capital egípcia. Serão trinta dias participando de atividades, adquirindo novas experiências e ampliando o conhecimento.

“O intercâmbio é uma oportunidade de crescimento e de nova perspectiva de futuro para mim. Vai ser um mês muito intenso. Tudo que estarei vivendo será inédito, pois será minha primeira viagem internacional, além estar compartilhando esse momento com outros jovens de diversos países”, comentou o estudante.

Já o Álvaro Luiz Menezes Aguiar, aluno do primeiro ano do ensino médio na Escola Estadual Esther da Silva Virgolino, em Macapá, irá para os Estados Unidos. A viagem está marcada para o dia 26 de junho. O estudante tem 15 anos e aprendeu inglês em um projeto social.

“Eu aprendi inglês em um projeto social na minha antiga escola, Risalva Freitas do Amaral. Sempre contei com o apoio e incentivo dos meus professores para continuar a aprender o idioma. Estou muito ansioso por essa viagem, conhecer uma nova realidade”.

A oportunidade de intercâmbio para esses jovens veio através do Programa BP Global STEM Academies, uma parceria entre a AFS Intercultura Brasil, empresa British Petroleum (BP) e o Governo do Amapá. A Secretaria de Estado da Educação (Seed) é quem coordena a o programa local. Com esses, já são 12 intercambistas que o Amapá possibilita acesso a estudos fora do Brasil.

“A mensagem que deixo é a de que o estudante deve acreditar que o mundo é alcançável. Quando você sonha e coloca esforços para realizar esse sonho, você consegue. Busquei o conhecimento e alcancei meu objetivo”, reforça Matheus Santos.

As bolsas de intercâmbio são destinadas a jovens com ótimo currículo escolar e que estão matriculados em escolas das redes estadual e federal. Outros dois estudantes do Instituto Federal do Amapá (Ifap) também irão viajar. João Lucas Sales Aragão e Maria Clara de Oliveira embarcam para o Egito e Estados Unidos, respectivamente, junto com os estudantes da rede estadual.

“Eu achava que poderia passar na seletiva por ter afinidade com as áreas de ciência e tecnologia, porém tinha ansiedade. A oportunidade vai contribuir muito para mim pelo fato de eu ter contato com outros povos e outras culturas”, destacou o estudante João Lucas Aragão.

“Nessa reta final, estou pesquisando mais sobre a cidade e as áreas do programa, para chegar mais familiarizada”, reforçou Maria Clara.

BP no Brasil

A BP está presente no Brasil desde 1957 e atualmente atua em cinco segmentos: exploração e produção de petróleo e gás natural (BP Energy); produção de etanol (BP Biocombustíveis); produção de lubrificantes e fluidos (Castrol); distribuição de combustíveis de aviação (Air BP) e distribuição de combustíveis marítimos (NFX).

Em 2011, a BP anunciou a criação deste programa de bolsas de estudos para o ensino médio, com o objetivo de proporcionar aos alunos talentosos de baixa renda, a oportunidade de estudar no exterior.

AFS Brasil

O AFS Intercultura Brasil é uma organização educacional, internacional, voluntária, não-governamental e sem fins lucrativos, que oferece oportunidades de aprendizado intercultural para ajudar as pessoas a desenvolverem seus conhecimentos, habilidades e o entendimento necessário, para a criação de um mundo com mais justiça e paz.

Criado em 1947 e desde 1956 no Brasil, o AFS proporciona experiências de aprendizagem intercultural aproximando culturas globais e ajudando as pessoas a se conectarem, transformando a vida de milhares de estudantes, famílias e indivíduos a cada ano.


Tags: Intercâmbio AP stem