NOTÍCIAS

Tocantins 09:39, 27 mar 2017 Estudantes de 12 escolas estaduais iniciam atividades do ensino médio integral no Tocantins

Foto:

Núbia Daiana Mota / Governo do Tocantins

As atividades do programa Escola Jovem em Ação, que prevê a oferta do ensino médio integral para 2.613 estudantes da rede estadual, iniciam nos dias 20 e 21 de março, em 12 escolas tocantinenses. As aulas inaugurais acontecem nas cidades de Araguaína, Arraias, Colinas, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Miracema, Palmas e Tocantinópolis.

A iniciativa do Governo Federal vem ao encontro da proposta da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) visando garantir a qualidade do ensino, por meio de um processo de ensino e aprendizagem que proporcione uma formação acadêmica de excelência para a vida e com competências para o século XXI.

Sul e Sudeste

Na região sudeste estão sendo contemplados com o programa, o Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro, em Arraias, e o Centro de Ensino Médio (CEM) Antônio Póvoa, em Dianópolis.

Na segunda-feira, 20, os estudantes foram recepcionados por ex-alunos das escolas de Pernambuco, pioneiras do programa, e apresentaram, por meio de dinâmicas e palestras, as inovações da proposta, que tem como fundamentos o protagonismo juvenil, a pedagogia da presença, e a educação interdimensional.

A estudante, Cínthia Nunes Rodrigues, que cursará o 1º ano do ensino médio no CEM Antônio Póvoa, falou sobre as expectativas quanto ao programa. “Pelo que vimos hoje, essa nova modalidade de ensino proporcionará a nós mais tempo de estudos, oferece capacitação e um aprendizado melhor, para que o aluno saia pronto para enfrentar os desafios da vida”, avaliou.

“Hoje começamos uma nova etapa em nossa escola. Sinto que o projeto Escola Jovem em Ação pode revolucionar a minha aprendizagem, me preparando melhor para a vida”, enfatizou o aluno Carlos Daniel Vogado Galvão.

Na aula inaugural, o diretor da unidade escolar, Adelmides José da Mata, ressaltou o potencial da Escola Jovem em Ação. “Hoje é um dia histórico para nossa escola. É o marco de um novo tempo. Temos confiança que atingiremos o nosso objetivo de formar cidadãos autônomos, solidários e competentes”, ressaltou o diretor da unidade de ensino.

A professora Ivonete Barbosa de Sousa Nunes destaca o protagonismo juvenil como o diferencial do programa. “Acredito que esta proposta mudará a história dos jovens tocantinenses fazendo com que os alunos se reconheçam como protagonista e auxiliando-os a construir seus projetos de vida com visão no futuro”, pondera.

O CEM Bom Jesus também ofertará o ensino médio para os alunos da região Sul. A gestora da unidade de ensino, Leda Maria Fagundes Tomazi, ressaltou que o programa “oportuniza ao aluno uma escola que proporciona a melhoria na aprendizagem, além de permitir que o estudante construa um projeto de vida, orientados pelos professores e de acordo com as áreas com que tem mais afinidade, proporcionando uma formação para o mundo do trabalho e para a vida.”

Região Norte

Na região norte, serão beneficiados com a Escola Jovem em Ação, os estudantes do CEM Darcy Marinho, em Tocantinópolis, e alunos de três unidades de ensino de Araguaína: Colégio Estadual Rui Barbosa, CEM Benjamim José de Almeida e o CEM Paulo Freire.

Em Tocantinópolis, na abertura do ano letivo, a diretora do CEM Darcy Marinho, Suelene Gomes Silva, falou para os alunos sobre o programa pioneiro no Estado. “Esse modelo de escola garante que a equipe esteja engajada para motivar e envolver os jovens para construir, vivenciar e acreditar no seu projeto de vida, sendo protagonistas da sua própria história.”

Jhorge Alves Guaritá, também egresso do projeto piloto de Pernambuco ressaltou os resultados do programa.  “Cursar o ensino médio integralmente foi uma das melhores escolhas que já fiz e que me proporcionou experiências únicas que ajudaram a me tornar bom cidadão.

Foi estudando em tempo Integral que aprendi valorizar os estudos e cada oportunidade que a vida me oferece. Foi com esse projeto maravilhoso que eu criei o meu projeto de vida e hoje sei que valeu a pena a dedicação”, relatou.

“Ouvindo tantas histórias de sucesso, a minha expectativa é que eu aprenda cada vez mais. Tenho certeza de que estou fazendo uma ótima escolha. Gostei muito da acolhida, foi tudo muito diferente, o ambiente agradável, sei que vou crescer muito como pessoa”, disse a aluna Jessica Sousa.

Araguaína

Cursando o 1º ano do ensino médio no CEM Rui Barbosa, a estudante Sara Yukari Yokorjam acredita que a Escola Jovem em Ação promoverá uma mudança para além dos muros das escolas. “Sei que tive o privilégio de ser uma das primeiras alunas a fazer parte dessa experiência aqui no Tocantins. Acho essa iniciativa comovente e tenho esperança que essa proposta traga progressos não só para os alunos, mas para toda a comunidade de Araguaína e do Tocantins”, disse.

No Cem Paulo Freire a aula inaugural permitiu que os alunos tivessem uma prévia das novidades que terão ao longo do ensino médio integral. “Fomo bem acolhidos pelo professores, pelos ex-alunos do projeto, foi bem diferente dos outros anos. Nunca tinha chegado a uma escola para ser tão bem recebida. Estamos muito empolgados para aprender tudo o que essa nova escola tem para nos ensinar. Pelo pouco que vimos hoje já sei que será um sucesso”, enfatizou a estudante Ana Beatriz.

Os pais também estão empolgados e confiantes nos resultados do ensino médio em tempo integral. Michele Fernanda Silva tem planos grandiosos para a filha Natália Gabriele Martins Silva, estudante do CEM Benjamin. “Estou muito entusiasmada com esse novo modelo de ensino e apostando nessa educação de qualidade. Ver tantos jovens apresentando como a educação mudou suas histórias de vida me fez acreditar ainda mais em um futuro brilhante para minha filha”, frisou.


Tags: Tocantins Ensino Médio TO Tempo Integral