NOTÍCIAS

Matemática 08:51, 18 ago 2017 Estudantes da rede pública de Pernambuco são premiados na 12ª OBMEP

Foto:

Rede Estadual totalizou 75 medalhas, além de 12 professores e 13 escolas premiadas

O governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, e o secretário estadual de Educação, Fred Amancio, entregaram, nesta terça-feira (15), medalhas e certificados aos alunos da rede pública de ensino que foram agraciados na 12ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP 2016. O tema deste ano foi “Somando novos talentos para o Brasil”. A Rede Estadual de Ensino totalizou 75 medalhas recebidas, sendo três de ouro, 14 de prata e 58 de bronze, e 769 menções honrosas, além de 12 professores e 13 escolas premiadas. 

O evento teve início com a apresentação do coral formado por estudantes do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco. Em seguida, houve a composição da mesa com o governador Paulo Câmara; o secretário Fred Amancio; o deputado federal Danilo Cabral; o reitor da Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP, padre Pedro Rubens; o diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada – IMPA, Marcelo Viana; o representante da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Paulo Figueirêdo e o coordenador regional da OBMEP, Vicente de Souza.

O governador Paulo Câmara disse que acompanhar esse momento de avanço na educação do Estado é algo especial. “É sempre bom estarmos junto aos alunos acompanhando a evolução da educação em Pernambuco, podendo participar de momentos como esse de premiações na Olimpíada de Matemática. Temos a certeza de que Pernambuco avançou muito na educação, ainda tem muito a avançar, mas eventos como esse mostram a importância que possui e nos mostram também o caminho que a gente quer continuar construindo com esses jovens, pois são eles que vão transformar, com a educação, o Pernambuco do futuro”, ressaltou.

Câmara ainda ressaltou a atuação dos docentes na formação desses estudantes. “Os professores e as escolas são fundamentais, a escola bem concebida e bem construída dão condições de bom ensino e aprendizado. Mas, os professores é que são os grandes mestres e responsáveis por transformar as aulas em algo atrativo, em fazer com que os alunos gostem de estar na escola. E nesse momento de avanço na educação do estado temos que parabenizar os professores, os pais, os alunos, e pedir que continuem a estudar, a acreditar e a realizar sonhos a partir do seu próprio esforço. Essa premiação é fruto do esforço desses alunos, que estudaram e alcançaram esses resultados”, concluiu.

Fred Amancio falou sobre o estímulo extra que a OBMEP traz aos alunos. “A olimpíada é um incentivo ao trabalho que é desenvolvido nas escolas, dos professores e dos próprios alunos, que se sentem estimulados a desenvolver os conhecimentos adquiridos. A premiação é o reconhecimento a esse trabalho. Nós, da Rede Estadual, estamos muito contentes, como secretário, fico feliz em ver não só estudantes da rede estadual como também estudantes de redes municipais e de escolas públicas federais fazendo a premiação crescer. Mas, o mais importante é o estímulo dos professores, dos estudantes no desenvolvimento da matemática no nosso Estado. É muito importante esse contato dos professores que estimula os estudantes a se desenvolverem e a gostarem da escola, e não diz respeito apenas a passar o conteúdo, educar é muito mais que isso, é preparar o estudante e estimular para novos desafios. Um trabalho como esse cumpre esse papel”, resumiu.

Bruno Henrique Costa Lima, 14 anos, foi um dos medalhistas de ouro da competição de matemática. Aluno do 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Dr. Adilson Bezerra de Souza, que fica em Santa Cruz do Capibaribe, no agreste do Estado, Bruno disse que a motivação pelo estudo da matéria depende muito do estudante. “Se você pega gosto pela matemática fica fácil de entender, depende muito da pessoa também. Gosto bastante das aulas do professor, mas como gosto da matéria, estudo muito matemática em casa”, afirmou.

A olimpíada, realizada desde 2005, prepara, a cada ano, cerca de 30 medalhistas de ouro para competições internacionais. A edição deste ano trouxe como novidade a possibilidade de escolas particulares participarem da competição. A primeira fase de 2017 aconteceu no dia 06 de junho e a segunda etapa está marcada para dia 16 de setembro, com os resultados a serem divulgados em 30 de novembro, devendo premiar 6.500 alunos com medalhas de ouro, prata e bronze, além de menções honrosas.

Resultado geral da 12ª OBMEP - PE:

Medalhas de ouro – 16, sendo três da rede estadual

Medalhas de prata – 47, sendo 14 da rede estadual

Medalhas de bronze – 114, sendo 58 da rede estadual

Menção honrosa – 1.219, sendo 769 da rede estadual

Professores premiados – 24, sendo 12 da rede estadual

Escolas premiadas – 29, sendo 13 da rede estadual

Secretarias municipais de educação premiadas – 2 (Quixabá e Brejinho)


Tags: Pernambuco PE Matemática OBMEP Rede Estadual PE