NOTÍCIAS

Estudantes 18:48, 12 jan 2021 Estudante do Cepi Cunha Bastos visita escola para ver novo prédio e matar saudade

Estudante do Cepi Cunha Bastos visita escola para ver novo prédio e matar saudade

Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) de Rio Verde foi reinaugurado em agosto de 2020, após permanecer fechado por 11 anos em obra parada

Em meio ao isolamento social e a suspensão das aulas presenciais, o estudante do Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Cunha Bastos, de Rio Verde, foi visitar a escola nesta semana para matar a saudade. Mauro Gabriel, de 12 anos, passeou pela nova estrutura do Cepi acompanhado de sua mãe, a dona de casa Gláucia Barbosa.

Na visita, o estudante se emocionou e contou ter saudade do ambiente escolar: “O tempo não passa quando a gente fica fora da escola. Estamos há quase um ano assim e, claro, tenho vontade de voltar a conviver com o pessoal – servidores, professores e estudantes”, contou. No entanto, devido à pandemia, as aulas não presenciais continuam a melhor opção para a maioria dos estudantes. A matrícula do Mauro Gabriel já foi renovada para 2021 na mesma unidade.

Entrega do Cepi Cunha Bastos

O Cepi Cunha Bastos foi reinaugurado em agosto do ano passado, pelo governador Ronaldo Caiado. A unidade ficou fechada por 11 anos, em uma obra parada, que só foi retomada em 2019 pela atual gestão.

No Laboratório de Informática, o aluno fez a leitura de uma mensagem no quadro que foi proferida pelo governador no dia de reinauguração: “O que não fizeram em 10 anos, entregamos à população de Rio Verde em 8 meses”.

Educação em tempo integral

O Cepi vai atender 200 alunos, com aulas e atividades durante todo o dia. “Sei do valor desta escola e, agora, novinha e ampliada, vai ficar bem melhor. E com o tempo integral, meu filho poderá aproveitar conteúdos complementares, como os cursos de empreendedorismo, o protagonismo juvenil e participar também do grêmio estudantil”, afirmou a mãe do estudante. “Vai ser um ano bom”, declarou Mauro, com expectativa.


Tags: Estudantes GO Seduc Governo de Goiás Ronaldo Caiado