NOTÍCIAS

Amapá 08:50, 25 mai 2018 Estudante com projeto sobre adubo ecológico é credenciada para exposição nacional

Estudante com projeto sobre adubo ecológico é credenciada para exposição nacional

Fertilizante com aparas de lápis será mostrado no Ceará pela aluna da Escola Estadual Santa Maria, Laís Ferreira; evento será de 29 de maio a 1 de junho.

Por Paula Monteiro

Apesar da pouca idade, a estudante Laís Ferreira, 9 anos, da Escola Estadual Santa Maria, localizada no bairro Marabaixo II, zona oeste de Macapá, já entende a importância de cuidar do meio ambiente. Ela teve a ideia de reaproveitar os resíduos das aparas dos lápis usados em sala de aula para produzir um adubo natural ecologicamente correto.

A iniciativa da aluna deu origem ao Projeto Adubo Ecológico, premiado na Feira de Ciências e Engenharia do Amapá (Feceap) deste ano, em Macapá, e credenciado pela Fundação Movimento Pela Ciência e Aprendizagem do Brasil (Milset BR) para participar da Expo Nacional Milset Brasil 2018. O evento, referência na área de pesquisa científica no país, acontecerá de 29 de maio a 10 de junho na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, em Fortaleza.

O adubo ecológico contém outros resíduos orgânicos além do lápis, a exemplo das cascas de frutas das sobras da merenda e restos de grama. Essa composição fertiliza o solo da horta da escola. O projeto sustentável envolve toda a comunidade do educandário, desde a equipe da cozinha, responsável pela separação dos resíduos orgânicos, aos estudantes que apontam lápis e armazenam as aparas.

Laís conta que a ideia surgiu nas aulas de meio ambiente e durante a coleta seletiva do lixo orgânico produzido na escola. Ela percebeu que sobrava uma grande quantidade de aparas de lápis e, então, pensou em reutilizar o material. “Comecei a testar misturando com a terra e deu muito certo. Esse adubo é especial, pois estamos cuidando do meio ambiente, mantendo a nossa escola limpa e uma horta supersaudável", disse a estudante.

As professoras orientadoras do projeto, Valda Barros e Danielle Brito, estão empolgadas com o reconhecimento na Feceap. Os participantes concorrerão a diversas credenciais nacionais, além de poder, inclusive, representarem o Brasil em outros 15 eventos internacionais. “Teremos a oportunidade de apresentar o nosso projeto junto aos melhores trabalhos do Brasil e de outros países, e isso é muito gratificante”, comemorou Danielle.

O adubo ecológico foi testado e validado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) do Amapá. O produto leva dois meses para ficar pronto para ser utilizado.

A Escola Santa Maria se destaca pela qualidade de ensino, sempre inovando com projetos que fomentam a cidadania, a sustentabilidade e o envolvimento da comunidade educacional. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do colégio é um dos dez melhores do estado, com 5,7. Atualmente, a unidade está funcionando em prédio próprio e revitalizado, atendendo 215 estudantes do ensino fundamental I (2° ao 5° ano).


Tags: Amapá AP Sustentabilidade horta escolar escola verde adubo ecológico feceap milset BR