NOTÍCIAS

Educação a Distância 07:11, 11 jul 2020 Estratégia de ensino: luz, câmera e professores em ação

Estratégia de ensino: luz, câmera e professores em ação

Texto: Clícia Araújo


Em tempos de pandemia e escolas vazias, os professores da rede estadual de ensino precisaram se reinventar e se acostumar em um ambiente com câmeras, luzes, microfone, cenário, edição de imagens, e ainda, pensar em estratégias que possam ser executadas do ambiente de suas casas, diretamente para as casas dos alunos.

A gravação de aulas para a transmissão em rádio e TV é um processo completamente novo e desafiador para o professor. Envolve uma preparação que até então ele ainda não tinha, como o uso da linguagem adequada para cada veículo, o tempo e um planejamento diferente do que ele está habituado.

O governo do estado disponibilizou aos estudantes acreanos quatro ferramentas de estudos: videoaulas, audioaulas, acesso à plataforma digital, além de material impresso, com o objetivo de disponibilizar atividades escolares para todos os alunos do estado. As ferramentas reforçaram ainda mais as atividades remotas desenvolvidas pelas escolas desde o mês de abril.

As gravações das aulas são realizadas por professores da rede estadual de ensino Foto: cedida

Com a pandemia do novo coronavírus, a tecnologia se mostrou uma grande aliada, principalmente da educação.  Agora, no lugar da lousa, uma tela em um cantinho da casa, substitui, por enquanto, a sala de aula.

As gravações das aulas são realizadas por professores da rede estadual de ensino, convidados pela Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) para gravar as aulas dentro do padrão adotado, seguindo o planejamento e as orientações pedagógicas, baseadas no currículo único utilizado na rede de ensino do estado.

Aulas pelo rádio

As gravações das audioaulas acontecem no estúdio da Rádio Aldeia e em mais dois estúdios no bairro Nova Estação, já que o volume de gravação de aulas diariamente é bem intenso. As aulas são transmitidas pelas rádios Difusora Acreana, Aldeia e Verdes Florestas de Cruzeiro do Sul.

A tecnologia está por toda parte, mas em lugares de difícil acesso, que não têm internet, a transmissão das audioaulas é muito importante já que o rádio tem um grande alcance em todo o estado, sendo o meio mais acessível de espalhar conhecimento e estimular o aprendizado.

O conteúdo transmitido pelo rádio foi uma forma que o Estado encontrou para levar a escola para dentro das casas, diminuindo a distância entre os estudantes da zona rural, e estimulando-os a não perderem o ritmo de estudos diário.

A professora de língua inglesa Jackeline Leite, trabalha com turmas do ensino fundamental – anos finais e ensino médio, conta que a experiência que ela está vivendo é bem diferente do que já estava acostumada, mas que é uma experiência incrível. “O professor realmente tem que se renovar sempre e essa experiência é simplesmente fantástica. O planejamento está sendo feito baseado no que já trabalhamos em sala de aula e só adaptamos para o rádio. As aulas são bem preparadas, em uma linguagem simples, para que os alunos possam compreender”, completa.

Professora Jackeline Leite na gravação das aulas de língua inglesa Foto: Clícia Araújo/Ascom SEE

Jackeline disse ainda, que como não é possível trabalhar interpretação de texto no rádio, ela está inserindo os conteúdos da grade curricular e adaptando, com estratégias de leitura e compreensão de texto.

Segundo o professor de Educação Física, Santiago de Souza, que trabalha com turmas de ensino médio, seus planos de aula agora seguem formatos diferentes. “Os planejamentos continuam sendo feitos dentro da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e adaptamos um modelo de plano de aula para o rádio. Simplificamos a linguagem e deixamos os conteúdos compreensíveis para o aluno. Tem sido uma experiência única”, concluiu.

Santiago comentou, ainda, que o seu planejamento para as turmas de 3º ano são baseados nos conteúdo voltados para o Enem e, como estas aulas estão indo para os alunos do campo, muitos têm dificuldade de acesso a livros e às questões do Enem de anos anteriores e esse material pode ser a única fonte que os permite estudar para o exame.

Aulas pela TV

As gravações acontecem no estúdio da TV Aldeia com professores da EJA e Centro de Línguas e em mais dois estúdios localizados no bairro Nova Estação, com professores do ensino fundamental e médio regular.

As aulas gravadas são editadas por uma equipe de profissionais da SEE, transmitidas pela TV Amazon Sat e disponibilizadas na plataforma educ.see.ac.gov.br.

A professora Dely Mota trabalha com turmas do 4º e 5º ano do ensino fundamental – anos iniciais e  está muito empolgada com o ritmo das gravações. “Além de ser um desafio é muito prazerosa a realização do trabalho e quando pensamos que eles estão assistindo e participando das aulas nos incentiva a continuarmos. Nosso foco é trabalhar de maneira objetiva e clara, para a criança, dentro do tempo que foi determinado. Meu maior desafio no inicio foi encarar a câmera, foi desafiador, agora é tranquilo. Quando vimos os primeiros resultados nos deu mais ânimo ainda”, completa.

Professora Dely Mota trabalha com turmas do 4º e 5º ano do ensino fundamental – anos iniciais Foto: Clícia Araújo/Ascom SEE

“É um reinventar-se todos os dias para poder educar nossos alunos que estão em casa neste momento de pandemia. A vida do professor é uma constante adaptação. Precisamos usar uma linguagem que o aluno consiga compreender o conteúdo em casa e, para isso, utilizamos imagens de vídeos que incentivam a realização de atividades físicas e uma boa alimentação”, comentou o professor de Educação Física do ensino médio, Rener Carvalho.

“É muito gratificante ver o trabalho e a dedicação desses professores. Louvo a atitude deles, agradeço muito a Deus por ter nos dado eles de presente num momento tão delicado. Agradeço também aos que gravaram e que, por algum motivo, não estão mais conosco, mas todos se empenharam muito. Espero que o aprendizado realmente aconteça. Que a escola esteja, de fato, nas casas dos nossos alunos”, comentou a professora Gertrudes Silva, chefe da Divisão de Ensino Fundamental – Anos Iniciais.

Os professores têm se dedicado muito para deixar as aulas adequadas e atraentes de forma que prendam a atenção dos alunos, com o uso de recursos visuais criativos, muito importantes, para as crianças do 1º ao 5º ano, principalmente das turmas de 1º e 2º ano.


Tags: AC Educação a Distância #Acre #Educação a Distância #Pandemia