NOTÍCIAS

Alagoas 14:08, 26 nov 2019 Escolas estaduais fomentam interesse pela leitura com quadrinhos e teatro

Escolas estaduais fomentam interesse pela leitura com quadrinhos e teatro

Ações ocorreram nesta quinta-feira (21) nas escolas estaduais Campos Teixeira e Teotônio Vilela

A leitura abre uma janela para novos mundos. E para estimular esta prática entre seus alunos, as escolas estaduais usam e abusam da criatividade: isso inclui teatro, produção de livros e até o lançamento de revistas em quadrinhos. Foi o que ocorreu nesta quinta-feira (21) nas escolas estaduais Teotônio Vilela, no Cepa e Campos Teixeira, na Ponta da Terra, em Maceió.

Quadrinhos lançados na Escola Estadual Campos Teixeira Fotos Valdir Rocha 27

A Escola Estadual Campos Teixeira, durante todo o ano, trabalhou a leitura e a escrita por meio das revistas em quadrinhos. Nesta quinta-feira, aconteceu a culminância do projeto por meio da apresentação das revistas produzidas pelos alunos, além de encenações das histórias relatadas nas revistas.

Professora Tânia Alves e seus alunos com os quadrinhos Fotos Valdir Rocha 134

A professora de Língua Portuguesa Tânia Alves destaca que as atividades foram pensadas para ressaltar o aspecto prazeroso da leitura. "Optamos pelos quadrinhos porque é uma leitura prazerosa e colorida. Além disso, esta ação evidencia o talento dos alunos. Graças ao apoio de vários profissionais aqui da escola, foi tudo maravilhoso e nosso objetivo é alçar voos maiores”, comemorou.

Larissa da Campos Teixeira lançou sua revista em quadrinhos Fotos Valdir Rocha 44

Larissa Gabrielly, aluna do 6° ano do ensino fundamental, foi uma das que, pela primeira vez, produziu uma história em quadrinhos. Ela não escondeu o orgulho pelo resultado alcançado com a revista em quadrinhos que se chama “Marivaldo” e conta a história de um rapaz do interior. "Minha mãe me ajudou na elaboração da revista em quadrinhos. Fiquei surpresa e, ao mesmo tempo, feliz, por ver uma peça teatral relatando a história que escrevi," respondeu.

Projeto de Leitura da Teotonio Vilela Fotos Valdir Rocha 130

Viajando na Leitura - Já a Escola Estadual Teotônio Vilela desenvolveu o Projeto- Viajando na Leitura, cuja culminância contou com peças teatrais, exposições de trabalhos dos alunos, encenações de fábulas, declamação de poemas, exposições da vida e obras dos escritores e apresentações musicais.

Projeto de Leitura da Teotonio Vilela Fotos Valdir Rocha 131

Este ano, a escola também propôs para dez alunos que participassem da escrita e produção do livro “O menino e o seu cão”. Nele, cada aluno elaborou sua história, utilizando um aplicativo de celular que descrevia o que eles queriam abordar, ajudando também quem tinha dificuldades em escrever.

O livro o Menino e o Cão feito por alunos da Teotonio Vilela Fotos Valdir Rocha 99

Para a coordenadora do projeto, Sônia Soares, a ação estimula a leitura e, consequentemente, a aquisição de um vocabulário mais amplo. "Os professores escolheram alguns escritores nacionais e internacionais para se melhorar a escrita e a proficiência em Língua Portuguesa," informou.

Sônia Soares coordenadora de projeto de leitura da Teotônio Vilela Fotos Valdir Rocha 2

Na ocasião, foram abordados autores como Esopo, La Fontaine, Irmãos Grimm, Monteiro Lobato, Luiz Fernando Veríssimo, Fernando Sabino, Charles Perrault, Hans Cristian Andersen, Machado de Assis, Lygia Fagundes Telles, Carlos Drummond de Andrade e Clarisse Lispector.

Maria Isabel, aluna do 7° ano, participou de uma encenação de “A Bela e a Fera”, interpretando a personagem principal da fábula. "Gostei muito de participar, é uma atividade diferenciada da sala de aula. Isso faz com que os alunos aprendam mais," disse.

Marioa Isabel da Teotônio Vilela diz que projeto sai da rotina e estimula aprendizado Fotos Valdir Rocha 23

Campanha – Desde o ano passado, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) lançou a campanha “Doe livros”, uma oportunidade para quem tem um livro parado na estante de compartilhar com alunos das redes de ensino básico em Alagoas. Os interessados devem procurar, em qualquer época do ano, a escola pública mais próxima de sua residência para realizar a doação.

Quadrinhos lançados na Escola Estadual Campos Teixeira Fotos Valdir Rocha 25

O único requisito estabelecido pela Seduc é de que os livros estejam em boas condições de uso. Podem ser doadas obras literárias infantil, juvenil e adulto, bibliografias, histórias em quadrinhos, periódicos, literatura de cordel e dicionários das línguas portuguesa, inglesa e espanhola.

São alvos da “Doe livros”, escolas da rede estadual e das redes municipais. A iniciativa abrange todo o território alagoano.


Tags: Alagoas AL Rede Pública Estadual Incentivo à leitura Projeto de Leitura