NOTÍCIAS

aulas presenciais 17:10, 5 nov 2020 Escolas estaduais de Sergipe se preparam para o retorno das aulas presenciais

Foto:

Aquisição de material de proteção sanitária, bem como a realização de cursos e oficinas são algumas das ações desenvolvidas pelas unidades escolares

Tapetes sanitizantes, lavatórios equipados, totens com álcool em gel e avisos por toda parte. É assim que se encontra o Colégio Estadual Professor Acrísio Cruz, localizado no bairro Siqueira Campos, em Aracaju, que está se preparando para recepcionar os 36 alunos do ensino médio convencional na volta às aulas. São 21 mil alunos dos 3º anos do ensino médio; concluintes da educação profissional tecnológica (EPT) integrada ao ensino médio; educação de jovens e adultos (EJA) do ensino médio; cursos livres de pré-vestibulares – Preuni Seduc e estudantes matriculados nas atividades práticas de cursos de educação profissional tecnológica (EPT), que retornam nessa primeira fase, em 204 escolas nos 75 municípios, o que corresponde a 14% do total de 153.875 matriculados na rede estadual.

Para tanto, estão sendo adotados diversas medidas a fim de garantir um retorno seguro. As unidades escolares da rede estadual estão mobilizadas para se adequar às normas sanitárias e diretrizes que regulamentam o efetivo funcionamento das atividades escolares, garantindo um retorno seguro para a comunidade. Dentre as ações, as equipes já estão adquirindo insumos e materiais de proteção, além de estarem promovendo cursos e oficinas sobre o uso correto do equipamento e orientações básicas para impedir o contágio com o novo coronavírus.

No Colégio Estadual Tobias Barreto, situado no município de Tobias Barreto, a equipe diretiva promoveu um treinamento sobre equipamentos de proteção coletiva (EPI) e equipamentos de proteção coletiva (EPC), mediado pela técnica em segurança do trabalho, Camila Cruz. Direcionado aos servidores de apoio e da alimentação escolar, a oficina contou com simulações de como se comporta o vírus na superfície, entre outras recomendações imprescindíveis para impedir a contaminação.

A gestora do Tobias Barreto, professora Sonaira Garcia da Silva, destacou a importância do treinamento prático, “visto que os servidores que estarão no cotidiano cuidando da higienização dos espaços e manuseio da merenda tenham acesso ao conhecimento e ao uso dos equipamentos de segurança individuais e coletivos. Busco sempre parcerias, e agora não seria diferente. Camila Cruz é técnica de Segurança no Trabalho e atua também na rede. "Fiz o convite e foi aceito com satisfação. Então, tivemos um momento objetivo e prático de como será a rotina no Colégio com a equipe de apoio tão importante para o combate à Covid-19, no retorno presencial”, disse.

Colégio Estadual Professor Acrísio Cruz

A diretora da escola, professora Ana Paula dos Santos, informa que todos os equipamentos e insumos foram adquiridos com recursos do Profin Pandemia destinados ao Conselho Escolar. “Fizemos adequações em todos os ambientes: nos banheiros, a gente colocou cartazes com orientações e sabão para a higienização das mãos; na sala de aula, organizamos as carteiras com distanciamento de 2 metros”, disse a gestora da unidade, informando que foram adquiridos equipamentos para os executores de serviços básicos e servidores da alimentação escolar, como máscaras descartáveis e de material acrílico, aventais descartáveis e aferidores de temperatura. Além disso, a escola conta ainda com dispensas de álcool em gel em pontos estratégicos.

A diretora Ana Paula ainda destaca as ações de busca ativa para dialogar com as famílias dos alunos. Ela conta que o objetivo desse contato, que é feito por telefone e WhatsApp, é explicar aos pais como se dará esse retorno e quais os cuidados que serão tomados, seguindo todos os protocolos de saúde expedidos pela Seduc, recomendações validadas pela Vigilância Sanitária do Estado de Sergipe. “Alguns pais estão vindo aqui e assinando o termo de autorização. Com os demais, a gente está conversando e explicando os detalhes sobre o plano de retomada”.

Colégio Estadual Professora Ofenísia Freire

Situado no bairro Farolândia, em Aracaju, o Colégio Estadual Professora Ofenísia Soares Freire também está se adaptando para o retorno das atividades. Com os recursos do Porfim Pandemia foram adquiridos 10 totens de álcool em gel, dispensa para sabão líquido e álcool, tapetes sanitizantes para as salas, além de todos os EPIs e EPCs.

O professor Dayvid Figueiredo, diretor do Colégio Ofenísia Freire, conta que a comunidade está ansiosa pelo retorno das aulas. “Estamos seguindo todos os protocolos para receber nossos alunos. Temos duas turmas de terceiro ano com 40 alunos ao todo. Nas salas, as carteiras terão 1,5 de distância. Além disso, vamos disponibilizar máscara de proteção aos alunos”, antecipou ele, destacando o apoio dos pais. “Temos uma parceria muito boa com as famílias”, concluiu.

Investimentos em conta

Para que seja possível, o Governo de Sergipe, dentro dos investimentos do Profin-Custeio, liberou um montante de R$ 9.117,514,50 a ser investido por meio do Profin-Projetos e Profin-Pandemia. Desse total, 5.797.710,00 foram creditados na conta das escolas e, a partir de agora, elas seguirão os procedimentos de execução financeira definidos na Portaria 2821/2019/ Seduc. Com esses recursos, as escolas poderão adquirir produtos como totem para higienização das mãos, aferidor de temperatura, protetor facial, máscaras, álcool, tapete sanitizante, entre outros itens, conforme protocolos de segurança definidos pela Organização Mundial da Saúde e Agência de Vigilância Sanitária.


Tags: Sergipe SE Protocolo de retorno aulas presenciais