14:49, 25 ago 2015
Cidadão Ético

Escola paranaense incentiva aluno a desenvolver projetos sociais

Foto: Hedeson Alves/SEED-PR

Final do semestre, início das provas e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegando. Mas, no Colégio Estadual Tenente Sprenger, em Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba), além de se preparar para os exames, os alunos do ensino médio têm outra preocupação: ajudar o próximo. Essa conscientização social é fruto do trabalho desenvolvido pelo professor de Sociologia, João Carlos Brandão, que além dos conteúdos previstos na disciplina também ensina conceitos de cidadania aos estudantes, através do projeto Cidadão Ético.

O projeto consiste em aulas teóricas e práticas, com visitas de campo a hospitais e palestras educativas. O resultado deu certo e é visível para quem chega na escola. Em cada corredor do colégio há cartazes e banners feitos pelos alunos com campanhas de conscientização ambiental e social. “O nosso objetivo é fazer com que eles percebam que eles fazem parte da sociedade em que estão inseridos e que precisam fazer alguma coisa para melhorar o lugar onde vivem”, explica João Carlos.

As atividades começaram em 2012 e de lá para cá foram desenvolvidas várias ações pelos alunos dentro e fora do colégio. “Eles passaram a cuidar mais da escola, pois perceberam que o colégio faz parte da história deles e de outros alunos que virão depois”, diz o professor.

FAZER O BEM – Incentivada pelo projeto, a aluna Aline Emanuelle Gonçalves, 17 anos, do 3° ano, aproveita as horas vagas para desenvolver atividades comunitárias junto com os colegas de classe.

Uma delas é a coleta de roupas e calçados, que são doados para instituições parceiras do projeto. “O que me motiva é fazer o bem”, diz a aluna. “A ideia de desenvolver esses trabalhos voluntários surgiu durante as aulas. Antes eu não sabia como é bom ajudar outras pessoas”, revela. Em um mês os estudantes arrecadaram quase 400 peças de roupa. Todas já foram doadas.

O estudante Guilherme Rafael Weber, 18 anos, também do 3° ano, explica que pequenas ações diárias podem resultar em grandes transformações na escola e comunidade. “Eu pretendo continuar a fazer esses trabalhos voluntários depois que concluir o ensino médio, porque são coisas que fazem a nossa vida melhor”, diz.

A próxima meta dos estudantes é comprar uma cadeira de rodas para uma das instituições parceira dos estudantes. “Estamos fazendo uma campanha para a arrecadação de lacres de latinhas de refrigerantes, que depois serão vendidas para comprarmos a cadeira”, conta a aluna Ingrid Ferreira Nascimento, 17 anos, do 3° ano.

ESTADO – Mais escolas da rede estadual de ensino contarão com projetos de formação do cidadão. O Governo do Paraná, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Justiça e o Ministério Público firmaram acordo para ampliação do projeto Geração Atitude, com diferentes atividades educativas de reforço à participação social e ao protagonismo dos estudantes.

“As temáticas da cidadania e da política são trabalhadas principalmente pelos professores de Filosofia e Sociologia, mas todas as disciplinas podem aproveitar esse material”, destaca a secretária da Educação, Ana Seres.

Compartilhar

Outras Notícias