NOTÍCIAS

Escola Cidadã 09:48, 10 mai 2017 Escola estadual do Pará recebe atividades de educação e respeito aos idosos

“Eu aprendi como os idosos se sentem e quanto a gente pode ajudá-los”, disse João Gabriel, de 10 anos. Os estudantes vivenciaram situações enfrentadas pelos idosos no dia a dia, como usar óculos com lentes riscadas para ter a visão embaçada. Com pesos nas articulações para dificultar os movimentos, as crianças de fato sentiram dificuldades na hora de caminhar e correr. “A escola fez sua adesão permanente ao projeto, por entender a contribuição dele na formação dos estudantes”, complementou a diretora da escola Jorgina Barros. “Essas crianças, em geral, têm um vovô em casa, e aí quanto mais cedo receber informações sobre o respeito aos idosos, melhor”, afirmou Rocilene Nascimento. Os alunos também tiveram como tarefa escrever, tomar remédio, caminhar e correr e outras ações com os membros e sentidos limitados. - A Escola General Gurjão é a segunda unidade de ensino estadual a receber o projeto  'Eu vou envelhecer. E você?”,da Sejudh. Karla Loureiro, de 10 anos, foi uma das estudantes que participaram das atividades pedagógicas. O projeto “Eu vou envelhecer. E você?” contou com a explanação da terapeuta ocupacional Milene Afonso, da Sejudh.
Foto: Agência Pará

Alunos e alunas de 9 a 12 anos da Escola Estadual General Gurjão, no bairro da Cidade Velha, iniciaram, no dia 09/05 o aprendizado sobre cuidados e respeito que se deve ter com as pessoas idosas. A ação faz parte do projeto 'Eu vou envelhecer. E você?”, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Com pesos nas articulações para dificultar os movimentos, luvas para inibir o tato, óculos com lentes riscadas para ter a visão embaçada e tornozeleira com peso nos pés para desarticular o caminhar, as crianças vivenciaram as situações enfrentadas pelos idosos no dia a dia. Além disso, os estudantes tiveram como tarefa escrever, tomar remédio, caminhar e correr e outras ações com os membros e sentidos limitados.

“Eu vi que as dificuldades deles são muito grandes. Um dia, a gente vai ficar como eles e não vai querer ser maltratado, mas ser tratado com respeito”, declarou a estudante Isabel Souza, 9 anos, do 4o ano. A colega de turma dela, a aluna Elaine Dias, também de 9 anos, disse que a maior dificuldade foi na hora de correr. “Por isso, todo mundo deve ajudar o idoso, como a gente gostaria de ser ajudado”, afirmou.

Os estudantes João Gabriel Silva e Karla Loureiro, ambos de 10 anos, também participaram das atividades pedagógicas. “Eu aprendi como os idosos se sentem e quanto a gente pode ajudá-los”, disse João Gabriel.

O projeto “Eu vou envelhecer. E você?” contou com as explanações da gerente de Proteção ao Idoso, Rocilene Nascimento, e da terapeuta ocupacional Milene Afonso, ambas da Sejudh. “A proposta é levar aos estudantes do 4º e 5º ano do Ensino Fundamental, sobre os direitos da pessoa idosa. O projeto conta com temas em quatro momentos: o Envelhecimento; o Estatuto do Idoso; a Violência contra a Pessoa Idosa e o Respeito e valorização da Pessoa Idosa”, informou Milene.

No coração - A Escola General Gurjão é a segunda unidade de ensino estadual a receber o projeto. A primeira foi a Escola Estadual Nossa Senhora das Graças, no bairro do Guamá, e as ações serão estendidas a outras unidades da rede pública estadual de ensino.

“Essas crianças, em geral, têm um vovô em casa, e aí quanto mais cedo receber informações sobre o respeito aos idosos, melhor”, afirmou Rocilene Nascimento. “A escola fez sua adesão permanente ao projeto, por entender a contribuição dele na formação dos estudantes”, complementou a diretora da escola Jorgina Barros.


Texto:Eduardo Rocha-Ascom-Seduc

Fotos:Wagner Almeida-Ascom Sejudh


Tags: Pará PA Escola Cidadã Educação de Qualidade