NOTÍCIAS

Autismo 16:49, 5 abr 2018 EREM Trajano Chacon aborda Autismo com cinema

Foto:

A unidade de ensino lançou um curta sobre o tema nesta semana

Nesta terça-feira (03), um dia depois da data dedicada a conscientização mundial do Autismo, a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Jornalista Trajano Chacon, situada no bairro do Cordeiro, no Recife, realizou a solenidade de lançamento e exibição do curta “Acromatopsia”, produzido pelo professor Wilson Falcão e mais de 30 estudantes da unidade de ensino. A obra retrata os desafios e dificuldades de dois estudantes com o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

O curta, de aproximadamente 40 minutos, foi gravado em diversos equipamentos públicos e avenidas do Recife ao longo de 2017. Nele, um estudante/personagem com acromatopsia – síndrome que altera a retina e provoca diminuição de visão e confusão com as cores – identifica a prática de bullying por parte da escola contra dois estudantes com autismo. A obra audiovisual mostra os desafios das duas vítimas não apenas no ambiente escolar, mas no restante da sociedade.

“Todo ano, nós lançamos diversos curtas e realizamos um festival para apresentá-los em outras escolas e disseminar a arte do cinema para os estudantes. Em 2017, resolvemos fazer somente um que passasse uma mensagem, que trabalhasse um tema que deve ser muito debatido e respeitado por todos”, explica Wilson. A exibição foi feita no auditório da escola, para dezenas de estudantes do turno da noite.

“Foi um sucesso. Os alunos da noite aplaudiram bastante e vieram conversar comigo, tirar dúvidas e dar um retorno sobre o nosso trabalho. E essas interações são bem legais. Uns estudantes interpretam o filme de um jeito, outros de outro, e assim a gente fica muito satisfeito, porque sabemos que o filme provocou o senso crítico deles”, acrescentou o professor.

O projeto “Raposa – Filme alternativo na Escola” foi criado em 2011 por Wilson Falcão, e já lançou aproximadamente 30 curtas-metragens, inspirando a criação de diversos festivais de cinema na unidade de ensino, como o “Cine Trajano Chacon”. Ainda de acordo com o professor, em breve a escola vai criar um canal no Youtube, onde disponibilizará todos os filmes.


Tags: Pernambuco PE Rede Pública Estadual cinema Educação Pernambuco Autismo