NOTÍCIAS

Tempo Integral 16:48, 2 out 2015 Encontro da Seduce Goiás discute conquistas e desafios do projeto Ser Pleno

Foto: Mônica Salvador/Seduce Goiás

Evento contou com a participação da secretária Raquel Teixeira

Professores e diretores das 10 escolas estaduais que trabalham com o projeto Ser Pleno, desenvolvido pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) em parceria com o Instituto Jaime Câmara, se reuniram nesta sexta-feira, 2/10, no auditório do Instituto de Educação de Goiás (IEG), para discutir as conquistas e os avanços da proposta de educação de tempo integral que vem sendo colocada em prática nestas instituições.

O Ser Pleno foi idealizado pela secretária Raquel Teixeira em 2011. À época, ela ocupava o cargo de diretora-executiva da Fundação Jaime Câmara e também presidia o Instituto Jaime Câmara. Raquel foi uma das convidadas para falar na abertura do evento, intitulado “Trabalho Coletivo Unificado das Escolas Ser Pleno”.

Em seu discurso, a secretária de Educação, Cultura e Esporte de Goiás ressaltou que o principal objetivo da proposta de educação de tempo integral do Ser Pleno é contemplar os diferentes aspectos do ser humano (social, emocional, psicológico, espiritual e cultural) rumo à sua plenitude.

Destacou ainda que um dos importantes avanços dessa proposta pedagógica é fazer com que o professor fique mais tempo na escola (das 7 às 17 horas) e trabalhe de forma integrada e coletiva, o que cria um ambiente propício para um maior comprometimento com a própria escola e, em especial, com o aprendizado dos alunos.

História

A secretária lembrou também que, durante sua atuação como deputada federal, ela foi a relatora do projeto de lei federal que propõe a instituição da educação de tempo integral nas escolas públicas de todo o país. Raquel encerrou sua participação frisando que a única coisa que faz a diferença na vida de uma pessoa é a “oportunidade de estudo que ela tem e a sua capacidade de internalizar esse aprendizado”.

O Ser Pleno foi implantado de forma experimental em duas escolas da rede estadual em Goiânia: Professora Lousinha Carvalho (antigo Crimeia Oeste) e Professora Vandy de Castro Carneiro, na Vila Maria Luiza. Inovador em sua proposta pedagógica, o projeto oferece as disciplinas obrigatórias pela manhã e, à tarde, trabalha com as disciplinas eletivas, que incluem aulas de artes e de esporte.

Em 2013, a iniciativa foi ampliada para oito novas instituições: Jardim das Aroeiras, Andrelino Rodrigues de Morais, Dona Mariana Rassi, Dom Abel, Santa Marta, Sebastião França, Marechal Rondon e Juscelino Kubitschek de Oliveira. O projeto, que oferece aulas integradas e multidisciplinares com foco no pleno desenvolvimento do aluno, tem entre seus diferenciais o planejamento de estudo individual e coletivo pelos professores, o plano individual de atendimento ao aluno, o reconhecimento das dificuldades individual do estudante e a intervenção dos professores no sentido de sanar essas deficiências.

Além da secretária Raquel Teixeira, dos professores e diretores que trabalham com o Ser Pleno, o encontro também contou com as presenças do superintendente Marcelo Jerônimo (Inteligência Pedagógica e Formação), Wisley Pereira (Ensino Médio) e Márcia Antunes (Ensino Fundamental).

(Fonte: Seduce Goiás)

Tags: GO Tempo Integral seduce goiás Raquel Teixeira Ser pleno