NOTÍCIAS

Tocantins 12:03, 11 mar 2020 Educação Tocantins promove estudos sobre o componente curricular projeto de vida

Na formação, foram apresentados resultados das mudanças ocorridas nas escolas depois da implantação do projeto de vida Eliziete – “Quero conhecer para inserir na grade curricular da Educação de Jovens e Adultos” Amanda – “O projeto de vida é mais do que um componente curricular, é algo que transforma vidas e que amplia o ensino e a aprendizagem” Rosirene – “Minha filha, aluna de escola pública, me inspirou a conhecer mais sobre o projeto de vida” Maristélia – “Queremos que todos os servidores da Seduc conheçam o conceito e caminhos do projeto de vida”
Foto: Elias Oliveira

Josélia de Lima/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) realizou nesta quarta-feira, 11, uma formação para os técnicos da Educação Básica da sede sobre o componente curricular projeto de vida. O objetivo é alinhar o conhecimento sobre o projeto de vida que está sendo aplicado em 29 escolas que atuam com o programa Escola Jovem em Ação, 54 unidades escolares que utilizam o Novo Ensino Médio e 24 instituições de ensino fundamental.

A educadora Maristélia Alves, coordenadora estadual do programa Escola Jovem em Ação, esclareceu que esse componente curricular integra a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  “Essa formação tem a finalidade de promover o conhecimento para que todos os servidores da Seduc saibam realmente o que corresponde o componente projeto de vida e conheçam as transformações que já estão acontecendo na vida dos estudantes, dos professores e dos servidores das escolas. A nossa intenção é ampliar esse trabalho para mais setores e para todas as modalidades de ensino”, explicou.

A parte diversificada do BNCC descreve a necessidade de “valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho e fazer as escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida” e para isso, o estudante precisará desenvolver “a capacidade de gerir a própria vida”.  A BNCC continua enfatizando que o aluno deve “conseguir refletir sobre seus desejos e objetivos, aprendendo a se organizar, estabelecer metas, planejar e perseguir com determinação, esforço, autoconfiança e persistência seus projetos presentes e futuros”.

O projeto de vida se fundamenta em alguns conceitos como reflexões sobre quebra de paradigmas e discussões sobre o sentido da vida. E para que os professores trabalhem com os estudantes, é necessário observar itens como as competências para o século XXI; focar na melhoria da vida presente e na carreira profissional; desenvolver a habilidade de trabalhar com projetos; promover uma reflexão continuada e ter flexibilidade quanto ao uso do tempo, dos espaços, dos conteúdos e das escolhas.

A professora Eliziete Viana Paixão explicou que veio participar da formação porque ela faz parte da equipe que está elaborando os componentes curriculares para a Educação de Jovens e Adultos (EJA). “Precisamos conhecer mais sobre os caminhos para elaborar o projeto de vida, para inserir na grade curricular da EJA e levar esses conceitos para mais pessoas”.

Amanda Pereira Costa, superintendente de Educação Básica, falou de uma linha de pesquisa sobre o processo de envelhecimento humano que dá base ao projeto de vida. “Percebemos que quando as pessoas envelhecem, elas observam que não planejaram e deixaram de fazer algumas coisas que poderiam ser importantes e para que isso não aconteça, necessitamos ter clareza sobre os nossos sonhos e perspectivas, para isso, o projeto de vida ajuda na construção de uma educação para além dos muros da escola”, ressaltou.

A professora Rosirene Jorge da Silva frisou que ouviu falar do projeto de vida por meio de sua filha que estuda na Escola Estadual Professora Elizângela Cardoso, em Palmas. “Com seis meses que a minha filha estava fazendo o seu projeto de vida, percebi transformações em sua vida, ela passou a ter mais foco e a buscar os caminhos para realizar os sonhos. E isso me contagiou. Percebi que eu preciso fazer o meu planejamento, para buscar mais êxito na vida profissional e procurar realizar os meus sonhos”.


Tags: Tocantins TO Base Nacional Comum