NOTÍCIAS

Tocantins 11:03, 27 ago 2019 Educação e Polícia Militar celebram 10 anos de parceria em prol do ensino pública no Tocantins

Alunos de 11 unidades do Colégio Militar participaram das comemorações Adriana destacou a importância da parceria para o sucesso dos Colégios Militares O ex-aluno Brener fez questão de participar da celebração de 10 anos do CPM Cerca de oito mil alunos são atendidos pelos Colégios Militares na rede estadual Autoridades, militares e ex-servidores foram homenageados
Foto: Marcio Vieira/Governo do Tocantins

Atualmente, o Tocantins possui 11 Colégios Militares que atendem a cerca de oito mil estudantes

Alunos das 11 unidades do Colégio da Polícia Militar (CPM)  reuniram-se, em Palmas, no último fim de semana, para celebrar os 10 anos de implantação do Colégio Militar no Tocantins. Autoridades, ex-alunos, ex-servidores, e familiares dos estudantes participaram do evento realizado nas escadarias do Palácio Araguaia.

Em seu discurso, o governador Mauro Carlesse anunciou a expansão do atendimento dos Colégios Militares no Tocantins. “Fico satisfeito, tenho lutado muito para investir na Educação. Precisamos atender às demandas da população. Nossa meta é trabalhar não com seis ou 12, mas 30 unidades no próximo ano”, revelou.

Atualmente, o Tocantins possui 11 Colégios Militares que atendem a cerca de oito mil estudantes. Destes, cinco foram implantados na atual gestão. Na próxima semana, acontece a inauguração do 12° CPM, em Palmeirópolis.

A titular da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Adriana Aguiar, enfatizou a importância do trabalho conjunto entre PM e Seduc para o desenvolvimento do ensino.

 “Queremos reafirmar a relevância dessa parceria  para atender aos anseios da população estudantil. O governo do Estado tem buscando oferecer um atendimento de qualidade e plural, a exemplo da expansão de outras modalidades, como o ensino médio integral. Quando assumimos, haviam 12 escolas. Hoje, elas já são 22. Nesta noite de celebração, agradecemos a cada pessoa e instituição que têm colaborado para escrever a história da Educação pública no Tocantins" , frisou.

O comandante geral da Polícia Militar, Jaizon Veras, destacou que a alta procura por matrículas nos Colégios Militares “refletem o sucesso que estamos celebrando hoje. Dedicar-se à metodologia do ensino nas escolas militares é aliar a formação pedagógica ao civismo, à hierarquia, à disciplina e tantos outros ensinamentos que ajudam a nortear a conduta pessoal e profissional dos nossos alunos”, ponderou.

Para o ex-aluno Brendon Barbosa, que estudou de 2010 a 2013 no CPM, ter cursado o ensino médio na instituição foi determinante para as escolhas da formação profissional e para a vida. “Ainda tenho reflexos do que aprendi no colégio. O aprendizado, a disciplina e todos os outros ensinamentos do Colégio Militar são um grande diferencial que eu carrego por toda a minha vida”, relatou.

Homenagens

A solenidade foi marcada por muitas homenagens a personalidades e instituições que contribuíram para a implantação e desenvolvimento dos CPMs no Tocantins.

A extensa lista de homenageados incluiu o governador Mauro Carlesse; a secretária Adriana Aguiar; o procurador Geral de Justiça, José Omar de Almeida Junior; além de ex-comandantes da Polícia Militar; ex-secretários estaduais de Educação; ex-diretores do CPM; os atuais diretores regionais de Educação; e ex-servidores do colégio.

Histórico

O Colégio Militar de Palmas foi o primeiro a ser instalado, em 18 de agosto de 2009, com o objetivo de oferecer um ensino de qualidade, a formação cidadã e integral dos discentes. Com a denominação de Centro de Ensino Profissionalizante da Polícia Militar, a escola atendia cerca de 240 alunos. Em 2010, a escola passou a funcionar em dois prédios e ampliou para atender mais de mil alunos.

Uma década depois, a rede estadual conta com 11 Colégios Militares atendendo cerca de oito mil alunos. Na próxima semana, será inaugurada a 12ª unidade do Colégio da Polícia Militar, no município de Palmeirópolis, localizado na região Sul do Estado.

Modalidades

A gestora da Seduc frisou o empenho do governo do Estado em atender às demandas da comunidade escolar, levando em conta a diversidade e a pluralidade do Tocantins. A rede estadual atende cerca de 140 mil estudantes em 499 escolas e está presente em todos os 139 municípios. 

Em cada uma destas localidades, sejam urbanas ou rurais, o Estado tem buscado fortalecer as alternativas que potencializam a aprendizagem e a formação dos educandos.

O programa das Escolas Jovem em Ação, que oferta o ensino médio em tempo integral, é uma das modalidades que tem mostrado excelentes resultados e está em franca expansão. Assim como as militares, a atual gestão praticamente dobrou o número destas escolas que trabalham o protagonismo juvenil, o projeto de vida dos estudantes, e a preparação para o mundo do trabalho.

 “O Tocantins é um estado plural e a Educação vem trabalhando para que o ensino seja aperfeiçoado constantemente, levando em consideração toda essa diversidade, seja nas unidades regulares, nas militares, nas escolas Jovem em Ação, do campo, indígenas, quilombolas ou no ensino técnico”, ressaltou Adriana Aguiar.


Tags: Tocantins TO Seduc TO