16:48, 9 out 2015
Reorganização Escolar

Educação ampliará em 25% o número de escolas de ciclo único na rede estadual paulista

Foto:

Um terço dos municípios paulistas serão contemplados com as mudanças já em 2016

A Educação de São Paulo prevê um aumento de 25% das escolas de segmento único, beneficiando 1 milhão de alunos com a nova reorganização da rede estadual de ensino. Anunciado no mês de setembro, o projeto tem o objetivo de diminuir a quantidade de segmentos nas escolas e, quando possível, colocar alunos da mesma faixa etária estudando na mesma unidade. Estudos mostram que, nestas escolas, o rendimento em média é 10% superior às demais.

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e noFacebook

Até o fim do mês, as 91 Diretorias de Ensino e seus educadores devem finalizar a viabilidade das mudanças em suas regiões. A orientação da Educação é que os dirigentes, ao lado de supervisores, coordenadores, diretores e comunidade escolar discutam, caso a caso, quais as melhores possibilidades. A expectativa é que, nesta etapa, um terço dos municípios paulistas sejam contemplados com as mudanças.

Para o melhor atendimento de estudantes e famílias paulistas, a Educação estabeleceu o limite de 1,5 km de distância entre a escola atual e a nova unidade, quando as mudanças ocorrerem. Isso significa que, onde houver a necessidade de deslocamento, será feito entre unidades da mesma região. O mesmo vale para professores e servidores da rede estadual que atuam nas escolas reorganizadas.

"Dia E"

Com tantas novidades na rede, a Educação incluiu no calendário escolar o “Dia E”. No próximo 14 de novembro, as 5 mil escolas estaduais estarão abertas para receber pais, responsáveis e alunos e explicar todo o processo de reorganização. Será um momento oportuno também para tirar dúvidas e entender os benefícios da proposta em curso na rede. Saiba mais aqui.

Atualize seus dados

Juntamente com a reorganização a Educação lançou a campanha “Atualize seus dados”. Todos os alunos de São Paulo precisam se recadastrar, neste site, colocando endereço, telefone e demais dados pessoais para que possam estudar mais próximo de casa.


Compartilhar

Outras Notícias