NOTÍCIAS

Sergipe 09:33, 25 set 2020 Documentário ‘Atravessa a vida’ retrata cotidiano de escola estadual sergipana é destaque nacional

Daniela Silva
Foto:

Longa-metragem produzido pelo cineasta João Jardim faz retrato afetivo da escola e seus alunos na preparação para o Enem e deverá chegar às telas dos cinemas no início de 2021

Os alunos do Centro de Excelência Dr. Milton Dortas, unidade que oferta o ensino médio em tempo integral, no município de Simão Dias, são protagonistas do documentário ‘Atravessa a vida’, dirigido por João Jardim, que teve o trailer divulgado no inicio de Setembro e foi destaque do jornal Folha de São Paulo desta quinta-feira, 24. Produzido em 2018, o longa-metragem acompanha a rotina e os desafios dos estudantes no último ano do ensino médio. A produção foi selecionada para o Festival de cinema documental ‘É Tudo Verdade’, com programação que contempla a realização de debates no ambiente virtual.

O filme do premiado diretor João Jardim foi feito para o cinema e deve chegar às salas de projeção até o início de 2021, quando ocorre a próxima edição do Enem. Mas tem estreia do  "Atravessa a Vida" em duas sessões no festival É Tudo Verdade: sexta-feira (25), às 21h, e no sábado (26), às 15h, em streaming a partir do site do festival (www.etudoverdade.com.br).

No sábado, 26, o Festival Internacional de Documentários promoverá um debate sobre o documentário ‘Atravessa a vida’, que contará com a participação da professora Daniela Silva, gestora do Milton Dortas na época da realização do filme; da pesquisadora e assistente de direção, Maria Carolina; da editora Fernanda Rondon, e do diretor, roteirista e produtor João Jardim. O bate-papo será transmitido às 17h, via YouTube: www.youtube.com/festivaletudoverdade 

O documentário

Jardim volta ao tema da educação 15 anos depois do sucesso de "Pro Dia Nascer Feliz", premiado documentário de 2005 que retrata estudantes e escolas pelo país. O cineasta também foi codiretor do indicado ao Oscar "Lixo Extraordinário", de "Janela da Alma" e, na ficção, de "Getúlio". 

A equipe acompanhou por três meses estudantes do 3º ano do ensino médio durante a preparação para o Enem, principal porta de acesso à universidade. Foram cerca de 60 horas de filmagens somente na escola estadual Milton Dortas, na cidade sergipana de Simão Dias (a 100 km da capital Aracaju). "Não é um filme jornalístico, mas afetivo", disse o diretor para a Folha de São Paulo.

A produção retrata o universo escolar e adolescente dos jovens de Simão Dias (SE), município de 40 mil habitantes, situado na região Centro-Sul de Sergipe. Enquanto buscam o sonho de garantir um ensino superior gratuito, os alunos refletem sobre temas como futuro, depressão, aborto, pena de morte e ditadura militar. O documentário mostra ainda as angústias e os prazeres da juventude por meio de seus gestos, inquietações e conquistas. Para assistir ao trailer é só clicar no link: https://youtu.be/tnajWG7Cs4I.

Segundo a professora Daniela Silva, diretora da Regional de Educação 2 (DRE2), o filme representa um sentimento muito especial para a comunidade escolar, "por mostrar a qualidade de ensino desenvolvida pela escola e professores, além do protagonismo, que é muito vivo entre os estudantes. Estamos muito emocionados com o lançamento e, para mim, que fui gestora da unidade, esse resultado é muito significativo pelo fato de evidenciar as boas ações e a excelência do trabalho que foi e continua sendo feito pelo Milton Dortas, instituição reconhecida nacionalmente", declarou.

Confira a reportagem completa da Folha de São Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/09/documentario-faz-retrato-afetivo-de-escola-publica-na-preparacao-para-o-enem.shtml


Tags: Ensino Médio Sergipe SE ENEM