NOTÍCIAS

Bahia 14:01, 24 set 2020 Com engajamento dos professores e das famílias Colégio Estadual em Guanambi supera meta do IDEB

Com engajamento dos professores e das famílias Colégio Estadual em Guanambi supera meta do IDEB

O engajamento dos professores e gestores do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, localizado em Guanambi, a 676 km de Salvador, é apontado como um dos elementos para o bom desempenho dos estudantes do Ensino Médio, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), assim como a integração da família com a escola. Com 4.8, a unidade escolar superou o índice alcançado em 2017, de 3.7, além da meta nacional de 2019, que foi 4.3.

O colégio, fundado em 1999, oferta o Ensino Médio regular e, atualmente, possui 1.141 estudantes matriculados. Na unidade, são desenvolvidos projetos como "Os ninjas da Ciência" e "Feira do conhecimento", que incentivam os estudantes à pesquisa, levando-os a aprender de forma lúdica.

A diretora Roseli Magalhães fala sobre a responsabilidade dos educadores nesta conquista. "Nossa equipe é comprometida com o aprendizado dos estudantes. Todos os professores participam ativamente do planejamento semanal; ajudam na gestão do colégio sinalizando em que precisamos melhorar; e compreendem e ajudam os estudantes em suas dificuldades de aprendizagem, fazendo com que se sintam parte da instituição, melhorando a autoestima e, consequentemente, o aprendizado. A postura de acolhimento afetivo da escola é outro diferencial e faz com que os estudantes sejam protagonistas de projetos como o Amor no Modelo”, destacou.

O estudante Ilan Carlos de Carvalho, 16, 3° ano, comemorou a conquista. "A escola ter se saído tão bem na avaliação do IDEB é uma prova de como os nossos professores e a direção têm em mente a importância do comprometimento com a educação, dando sempre os conteúdos da forma mais flexível e didática possível para que nós, estudantes, possamos realmente absorver conhecimento. Então, isso só mostra como todo o esforço e trabalho de toda equipe têm valido à pena".

Para Eliane Cerqueira, mãe do estudante Renan Pinto Cerqueira, 16, do 2º ano, o bom êxito no IDEB é consequência da união formada entre direção, professores, estudantes e famílias. "Uma boa gestão faz com que tenhamos professores engajados e comprometidos com a educação de nossos filhos. O interesse dos estudantes em aprender também conta muito e, quando se tem uma equipe que se preocupa com a aprendizagem de nossos filhos, isso reflete no interesse dos mesmos em irem para a escola e fazerem o que tem que ser feito, que é aprender e disseminar esse conhecimento. A equipe do colégio está sempre preocupada com o desenvolvimento pessoal e intelectual dos estudantes e o meu filho é um deles. Estou muito feliz de ver este excelente resultado no IDEB", avaliou.

Sobre o IDEB – O IDEB foi criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas. No Ensino Médio, a rede estadual de ensino saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). Este foi o melhor IDEB alcançado pela rede desde que o índice foi instituído, em 2007. Em termos relativos, percentuais, o IDEB da Bahia cresceu 18,5%, sendo o segundo maior crescimento do país. A Bahia também é um dos oito estados com aumento maior do IDEB, 0,5, maior do que a média nacional, que foi de 0,4.

O avanço também foi constatado nos ensinos Fundamental I e II da rede pública, que possuem ofertas pelas redes estadual e municipais. O IDEB demonstrou que, no Ensino Fundamental I (do 1º ao 5° ano) houve um crescimento de 4,7 (2017) para 4,9 (2019) e, no Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano), o desempenho foi ainda melhor, avançando de 3,4 (2017) para 3,8 (2019).


Tags: Bahia IDEB BA Escolas Educadores baha