NOTÍCIAS

Tocantins 01:14, 29 mai 2020 Colégio Estadual Batista Professora Beatriz Rodrigues da Silva de Tocantínia planeja projeto para retomada da horta escolar

Antônio Sidney com os estudantes colhem hortaliças na escola. Foto edição anterior Escola Batista planeja retomada de horta escolar
Foto: Seduc/Governo do Tocantins

A proposta para este ano começou com uma pareceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a escola.

O Colégio Estadual Batista Professora Beatriz Rodrigues da Silva, de Tocantínia, pertencente à Diretoria Regional de Educação de Miracema, planeja a retomada da horta escolar. O trabalho com a horta na escola iniciou-se no ano de 2015, e foi até o ano de 2018, período em que foi ofertado o curso de Técnico Agrícola. O objetivo inicial foi colocar em prática os conteúdos teóricos estudados em sala de aula. O resultado foi tão positivo que rendeu reconhecimento para além do município, com a linha de trabalho direcionada aos produtos orgânicos.

A proposta para este ano começou com uma pareceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a escola. O trabalho será desenvolvido, após o período de distanciamernto social, respeitando o tempo de cada planta cultivada, pois o lema da ação é que “não se pode plantar e colher no mesmo dia”, bem como foi enfatizado pelo professor Raimundo Freire, que  apresentou aos envolvidos as vantagens da produção orgânica para a saúde humana e a preservação do meio ambiente.

Antônio Sidney Rosendo, diretor do Colégio Batista Professora Beatriz Rodrigues da Silva, destaca como funciona a horta. “Não faremos uso de nenhum produto químico para o combate de insetos e pragas. Os estudantes podem até produzir em suas próprias casas os produtos naturais. Queremos aproveitar a área que há em nossa escola. É uma área ampla e, neste período da pandemia, estamos com dificuldade para produzir os nossos produtos, mas já firmamos a parceria com o Senar para voltarem às atividades qundo isso tudo passar”, destacou.

O diretor ressalta ainda que a escola recebeu do Senar todas as ferramentas indispensáveis para uma horta, por exemplo, “carrinho de mão, enxada, pá, aspersor bailarina, regador, mangueira; enfim, todos os objetos necessários ao fazer de uma horta”, concluiu.

A escola está aguardando o período de pandemia passar para poder retomar as atividades. Enquanto isso, apenas planeja o que irá realizar com as comunidades escolar e local. Para o diretor, “os produtos da horta serão alimentos servidos na merenda escolar, além de proporcionar um aprendizado para as crianças, o que deixa um legado para a vida de cada um”. 


Tags: Tocantins TO #SEDUC