09:29, 16 jun 2017
Esporte e Educação

Arquipélago do Marajó recebe etapa regional dos Jogos Estudantis do Pará

Foto: Agência Pará

Cerca de 600 alunos-atletas de sete municípios do arquipélago do Marajó participam da 59ª edição dos Jogos Estudantis do Pará (JEPs) que acontece no município de Breves até o próximo domingo (18). A competição tem como tema “Novos rumos do esporte para a inclusão social no Marajó: oportunizando o esporte adaptado”, para enfatizar a importância da inclusão social e da valorização da pessoa com deficiência.

A cerimônia de abertura, que foi realizada na manhã desta quinta-feira (15), contou com as apresentações culturais do grupo Capoeira Inclusiva, formado por pessoas com deficiência, e do Balé Leveza Inocente, além do concurso da garota e garoto JEPs 2017. A gestora da Unidade Regional de Educação de Breves (URE), Socorro Cunha, e o secretário de Educação de Breves, Carlos da Silva, acompanharam a programação.

Em Breves, os alunos-atletas competem nas modalidades vôlei, basquete, futsal, atletismo e handebol, masculino e feminino, divididos nas categorias A (12 a 14 anos) e B (15 a 17 anos). Eles representam os municípios de Muaná, Curralinho, Ponta de Pedras, Portel, São Sebastião da Boa Vista, Melgaço e Breves. Os vencedores da etapa regional irão participar da fase estadual, prevista para o mês de agosto, em Belém. As etapas regionais encerram na próxima semana, na cidade de Marabá.

Os Jogos Estudantis do Pará são realizados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), em parceria com entidades desportivas e prefeituras. Este ano a competição está recebendo o apoio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) e da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), que levam palestras e oficinas para os estudantes dos municípios onde estão sendo realizadas as etapas regionais.

Os jogos disseminam a prática desportiva como instrumento imprescindível à superação individual, revelando novos valores no cenário desportivo educacional, difundindo o esporte nas escolas das redes municipal, estadual, federal e particular de ensino do Pará, promovendo a integração dos estudantes, o exercício da cidadania, a descoberta de novos talentos e a ampla mobilização da comunidade escolar para a prática de atividades esportivas.

O aluno Rodrigo Gonçalves, da Escola Estadual Paulino de Brito, do município de Portel, vai competir no vôlei e elogiou a organização dos jogos. Ele espera que sua equipe se destaque na competição. “Estamos sendo muito bem recebidos e estamos gostando de tudo que está sendo feito. A nossa equipe treinou muito e esperamos ter um bom resultado para conquistarmos uma vaga na etapa estadual que acontecerá em Belém”.

O prefeito de Breves, Antônio da Silva, mais conhecido como Toninho Barbosa, falou da importância da competição e do apoio da prefeitura à prática esportiva. “O esporte é muito importante para a inclusão social e um agente transformador da juventude, queremos dar novas oportunidades para todos esses jovens e oferecer melhor qualidade de vida a todas as pessoas”, destacou o gestor.

Inclusão - Como o tema dos jogos foi a inclusão da pessoa com deficiência e a importância de incentivar a prática esportiva e o fortalecimento da Educação Física adaptada, o município de Breves convidou o time de basquete em cadeira de rodas de Belém All Star Rodas, bastante conhecido e premiado no Brasil, além de ser composto por inúmeras estrelas da Seleção Paralímpica Brasileira, para participar dos jogos.

A atleta paralímpica Vileide Almeida é do time All Estar e integra a Seleção Paralímpica do Brasil de Basquete em Cadeiras de Rodas. Ela disse estar muito feliz em participar do evento e poder compartilhar sua experiência de vida com os alunos-atletas dos JEPs. “Está sendo tudo maravilhoso, vamos poder aprender muito com os ouros atletas, assim como eles irão aprender conosco também. Vamos tentar passar uma mensagem diferente e mostrar que a pessoa com deficiência é capaz de superar muitos desafios e conquistar o seu espaço”, destacou.

“É extremamente importante que a região do Marajó participe das seletivas dos jogos, pois queremos ter representantes, na fase estadual, de todas as regiões como forma de integrar e fortalecer as ações esportivas realizadas no estado”, enfatizou Lúcio Hackenhaar, coordenador da regional de Breves e representante, no evento, da Seduc.


Texto:Eliane Cardoso

Fotos:Eliseu Dias

Ascom Seduc

Compartilhar

Outras Notícias