NOTÍCIAS

Maranhão 12:33, 7 nov 2017 Após 10 anos, Governo retoma Seminário Estadual de Educação do Campo

Foto:

As lutas sociais e os desafios do cenário político atual serão debatidos no III Seminário Estadual de Educação do Campo no Maranhão. O governador Flávio Dino, secretários de Estado e entidades sociais vão estar presentes na abertura do evento, nesta terça-feira (7), a partir das 14h, no Convento das Mercês, Centro Histórico de São Luís.

Temas como políticas públicas, educação regular e perspectivas para o segmento serão discutidos no seminário que prossegue até dia 9 deste mês. O evento, de relevância para pensar o ensino no campo do estado, é retomado pelo Governo do Maranhão após 10 anos.

O seminário é mais uma estratégia do Governo para informar, mobilizar e reunir propostas que beneficiem o segmento no campo educacional, segundo o secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão: “Será mais um momento para que estes grupos possam contribuir com proposições e sugestões, conhecer as políticas e somar com os esforços da gestão para ações no campo”.

Na programação de abertura, o tema ‘Movimentos sociais e educação do campo: políticas de Estado e as lutas socais do campo’ será ministrado pelos professores da Universidade Federal do Maranhão Profª Dra. Sabrina de Bragança e Profº Dr. Antônio Evaldo Barros. Reforma agrária, melhoria das condições de trabalho e combate ao processo de substituição do homem pela máquina no meio agropecuário serão tratados na palestra.

“É uma ação histórica e simbólica, retomada pelo governador Flávio Dino após uma década, e que representa a unidade entre poder público e organizações sociais de ação direta nesta área. Momento para debates importantes que venham melhorar as condições de vida desta população”, ressaltou a coordenadora executiva do Comitê Executivo Estadual de Educação do Campo, Michele Sena. O comitê é vinculado à Seduc e representa as instituições governamentais e não governamentais.

O seminário vai estabelecer negociações para o apoio pedagógico a projetos de educação profissional do campo – capacitação de docentes, bolsas de trabalho para monitores e melhoria de infraestrutura.

Outros temas em discussão no seminário referem-se ao papel da juventude do campo, ações de formação e extensão educacional, e educação infantil no campo. Exibição de vídeos, mesas redondas, grupos de trabalho, oficinas, lançamento de publicações e atividades culturais também integram o evento.

Na ocasião, será oficializada a Carta em Defesa da Educação do Campo no Maranhão e ao final dos debates, elaborado o relatório conclusivo que servirá de bases à construção e implantação de políticas de Governo.

Educação no campo

Segundo o Censo, pouco mais de 70% da população sem instrução ou com menos de um ano de estudo residem na zona rural do estado. E quanto à oferta e demanda educacional destas áreas da zona rural, não chegam aos 10% os alunos matriculados na 1ª série que concluem a 8ª série no tempo regular.


Tags: Maranhão Rede Educação MA