NOTÍCIAS

Sergipe 13:44, 6 nov 2020 Alunos da Escola Estadual Dom Mário Rino Sivieri chegam à final da Olimpíada Nacional em História do Brasil

Professor Cleiton Melo Jorge Monteiro
Foto:

A Olimpíada Nacional em História do Brasil é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

A 12ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), evento que contou com a participação de estudantes de todo o Brasil, chega à fase final com seis alunos da rede estadual sergipana classificados. As duas equipes, cada uma com três alunos, são da Escola Estadual Dom Mário Rino Sivieri, em Lagarto, que tradicionalmente participa da competição anualmente. Sob a orientação do professor de História, Cleiton Melo Jones, os jovens avançaram para a última etapa da competição. Nesta sétima e última fase, as tarefas das 421 equipes de todo o Brasil serão corrigidas por uma banca da comissão organizadora da ONHB, composta por elaboradores de prova, e a partir dessa correção, serão geradas as medalhas. O resultado final será divulgado no dia 22 de novembro, em uma live. Os vencedores receberão medalhas de ouro, prata e bronze, que serão enviadas às escolas.

A Olimpíada Nacional em História do Brasil é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), desenvolvido pelo Departamento de História por meio da participação de professores, alunos de pós-graduação e de graduação. Diferente dos anos anteriores, quando uma grande final presencial ocorria em Campinas (SP), em 2020 a última etapa da competição ocorrerá de forma online por causa da pandemia do novo coronavírus. A Olimpíada teve início em setembro, com 69,8 mil inscritos de todo o país, num total de 17,4 mil equipes. Os estados do Nordeste concentram maior número de finalistas. O projeto, que ocorreria no primeiro semestre, foi adaptado para uma versão totalmente online e mais acessível.

“Apesar de a ONHB ser online e somente sua final presencial, a coordenação nacional ligada à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) buscou alternativas para que ela fosse ainda mais acessível diante do contexto da suspensão das aulas nas escolas. O resultado foi bastante positivo e conseguiram manter o compromisso e contribuição com o processo de ensino e aprendizagem de História”, afirma Jorge Monteiro, responsável pelas Olimpíadas Científicas, no Seades/Dase/Seduc.

De Sergipe, sete equipes chegaram à final, duas das quais são da Escola Estadual Dom Mário Rino Sivieri, uma do IFS de Lagarto e quatro de escolas particulares. Da Dom Mário foram inscritas 11 equipes no início do ano, com alunos do 8º e 9º anos, e alguns da Educação de Jovens e Adultos (EJAEF). Ao todo, foram 33 estudantes. O professor Cleiton Jones explica que no primeiro semestre foi realizada a Pré-ONHB, uma competição sem medalhas e de livre participação. Já no dia 6 de setembro teve início a primeira fase da Olimpíada. Durante todas as etapas, os participantes tiveram que resolver questões de múltipla escolha e realizar tarefas por meio de debate com os colegas, pesquisa em livros, internet e orientação do professor.

O professor Cleiton Melo explica que, além das equipes do Dom Mário, foram convidadas para as reuniões online outras orientadoras de Sergipe e de outros estados, que também participam da ONHB, e suas equipes, para estabelecer laços de solidariedade e colaboração. “Fizemos reuniões online duas vezes por semana ao longo de todas as fases, além de preparar vídeos de orientação para poder fazer o acompanhamento nesse modelo não presencial. Estiveram conosco as professoras Viviane Andrade, da cidade de Nossa Senhora da Glória, com três equipes que chegaram até a sexta fase; a professora Adinagruber Lima, de Barra dos Coqueiros, e as professoras medalhistas Elisa Ribeiro, das redes da Bahia e de Sergipe, e Carla Amaro, da rede estadual de São Paulo”, disse.

Para o professor Cleiton Melo, a maior premiação que os alunos podem ter na competição é o conhecimento, mas ele comemora o grande feito de, após quatro anos participando da ONHB, a escola ter chegado à etapa final pela primeira vez. “Nunca antes uma escola pública estadual sergipana esteve na final da ONHB em Campinas. Este ano teremos duas, e mais uma no IFS de Lagarto, que também me orgulhou, porque além de representar a educação pública de qualidade, é composta por um dos meus ex-alunos do Dom Mário que está lá na equipe vencedora com a maior nota do estado”, declarou.

A aluna Jessielle da Silva Carvalho, do 9º ano, não escondeu a sua emoção. “Essa é a segunda vez que participo. A ONHB é uma experiência incrível, na qual a gente conhece várias pessoas. Eu, por exemplo, gosto muito de ouvir opiniões diferentes da minha, e isso é justamente o que acontece no debate para marcar a alternativa. É muito gratificante para mim estar ali debatendo e ouvindo. Essa é a riqueza da Olimpíada. Quando vi que tinha chegado à final, a alegria foi imensa”, disse.

Alunos finalistas da Escola Estadual Dom Mário Rino Sivieri:

Equipe Historiadores do Passado:

Daniel Vitor dos Anjos Silva

Jessielle da Silva Carvalho

Yandra Dandara Guimarães Santana

Equipe Historiadores Dom Mário

Kathellen Lorrane Souza Silva

Iran Reis de Jesus

Ana Vitória dos Santos Souza.


Tags: Olimpíadas Sergipe SE