NOTÍCIAS

Ensino Médio 10:13, 18 mai 2015 1º WORKSHOP “DESAFIOS DO ENSINO MÉDIO”

Foto: Cris Torres

Fórum debate possibilidades e iniciativas para a educação do século XXI

Ao lado do vice-governador do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles,o secretário de Estado de Educação do Rio de Janeiro, professor Antonio Neto, promoveu, nesta sexta-feira (15/05), no Windsor Flórida Hotel, no Rio de Janeiro, a abertura do 1º Workshop “Desafios do Ensino Médio”. A iniciativa, teve como objetivo promover uma ampla discussão sobre os rumos do Ensino Médio no Brasil e contou com a parceria e apoio do Consed, Instituto Ayrton Senna e Fundação Roberto Marinho.

Na abertura,  Francisco Dornelles  ressaltou  a importância da troca de informações que motivou o encontro.

- Essa troca é um verdadeiro trabalho acadêmico que só pode fortalecer o setor. Desejo a todos um bom seminário.

O workshop teve início com a palestra “Análise de possibilidades: como ampliar a fronteira de qualidade da educação no século 21”

Viviane Senna,presidente do Instituto Ayrton Senna, falou sobre a oportunidade de debater sobre o grande desafio que é o Ensino Médio e ressaltou que o Brasil hoje lida com avanços e dificuldades área da educação.

– Eu gosto de comparar o Brasil com um espadachim que tem que lutar em duas frentes: de um lado com os desafios do século XIX e XX que ainda não cumprimos - tarefas básicas, cognitivas que países desenvolvidos já cumpriram - e do outro, o de lidar com as novas demandas do século XXI que já chegaram e não vão ficar esperando para resolvermos as antigas. Para isso vamos ter que fazer um esforço grande. O mundo do século XXI requer as habilidades típicas do século passado, mas isso é só a linha de largada, não a de chegada. Ele pede do cidadão mais habilidades e competências, como saber trabalhar em time, em grupo, ser criativo e inovador. Hoje, são necessárias as habilidades socioemocionais, como são chamadas, para resolverem problemas complexos.

O secretário Antonio Neto agradeceu aos parceiros do evento e ressaltou que o desafio do Ensino Médio não é de um estado só, mas do Brasil inteiro.

- A ideia é exatamente trazer os educadores de todos os estados para se olharem e procurarem ver, dentro das dificuldades, o que cada um consegue desenvolver de experiência de superação. O Brasil hoje necessita de um olhar muito objetivo para a Educação Básica para superar não só os desafios do passado, mas também fazer hoje o que ele vai precisar para o futuro. Precisamos atravessar essa década com uma ação positiva. Esse espaço é para pensar além desses desafios, para pensar algo que reestruture e reformule a educação no Brasil. Precisamos construir isso em conjunto.

Visando compartilhar as boas práticas já existentes no país, capazes de inspirar políticas públicas voltadas para a Educação, o workshop contou com mesas de debates sobre a reestruturação de currículos e a construção de ações para incentivar alunos e professores nessa proposta educacional. Os secretários e seus representantes apresentaram as ações, projetos, programas e índices de aproveitamento e resultado das realizações em cada estado.

A primeira etapa teve como tema “Reestruturação de currículos: soluções para aproximar a escola e os jovens. Que novas iniciativas estão surgindo no país para enfrentar esse desafio?" e contou com a participação dos secretários de Educação dos Estados da Bahia e do Ceará, Osvaldo Barreto e Maurício Holanda Maia, respectivamente; de  Ana Selva, secretária executiva da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, representando o secretário Fred Amancio; e deLuiz Carlos Cerquinho, secretário adjunto Pedagógico da Secretaria de Educação do Estado do Amazonas, representando o secretário Rossieli Soares da Silva.  A mediação ficou por conta de Anna Penido, diretora executiva do Instituto Inspirare.

Na parte da tarde, os debates focaram o interesse dos jovens e docentes na “Como atrair, motivar, formar, acompanhar em serviço e incentivar professores e gestores inovadores?”. A mesa foi mediada pelo jornalista e especialista em educação, Antônio Góis, e contou com a participação de secretária de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo; da educadora Marilene da Silva Pacheco, que representou o secretário de Educação do estado de Santa Catarina, Eduardo Deschamps; da coordenadora de Ensino Integral da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, Valéria de Souza, que representou o secretário de Educação Herman Voorwald; e do superintendente do Ensino Médio da Secretaria de Educação do Estado de Goiás, Wisley João Pereira, representando a secretária de Educação, Raquel Teixeira.

Após os debates, o  diretor de Inovação e Articulação do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves Ramos, falou sobre a importância da iniciativa.

– Ficamos muito honrados em poder compartilhar essa experiência. Como muitos de vocês disseram é um dia em que a gente consegue trocar experiências. Eu acho que ter essa oportunidade é um caminho extremamente importante muitas vezes mais produtiva do que as reuniões tradicionais. Um ponto que fica como desafio é não perder a riqueza do que foi colocado aqui . Acho que precisamos talvez montar uma plataforma de ideias de inovação onde possamos buscar solução para problemas que, sempre que necessário, todos possam encontrar para suas redes de ensino.

No encerramento, Antonio Neto agradeceu aos secretários e aos representantes das instituições presentes.

– Foi um momento de conversa aberta. Eu acho que podemos avançar ainda mais organizando reuniões de trabalho com essa mesma proposta de as secretarias continuarem compartilharem suas experiências.


Ascom SEEDUC/RJ

Tags: Consed Ensino Médio Portal Gestão da Educação Rio de Janeiro RJ Instituto Ayrton Senna Fundação Roberto Marinho